Centro Social ressalta importância do programa Área Azul para a cidade

Centro Social fechou no vermelho o mês de setembro. A informação foi divulgada ontem durante cerimônia na Câmara Municipal, para ressaltar a importância dos agentes de Área Azul para a cidade e o destino dos recursos adquiridos através do programa.

O prejuízo foi de aproximadamente R$ 6 mil. Já o lucro mensal da área Azul é em média R$ 8 mil líquidos. A presidente do Centro Social, Bader Lorente, aproveitou a oportunidade para esclarecer que todo o lucro obtido com a área azul da cidade é revertido para projetos sociais.

Robson Galias, responsável pela publicidade do centro social ressaltou que “Talvez as pessoas não saibam para onde vai esse dinheiro por nós não divulgarmos. O nosso objetivo é criar consciência de que aquele dinheiro que ele paga ali está ajudando a cidade”.

Estiveram presentes no evento também o secretário de Trânsito, Rolandinho Nogueira, o Presidente da Associação Comercial, Luiz Augusto de Oliveira e os vereadores Eliézer Casali e Osvaldo Carvalho, este último inclusive, relembra que fez parte do programa e dá total apoio aos agentes, “Eu fui um dos que estiveram em Brasília defendendo o projeto que é de fundamental importância para a iniciação no trabalho”.

Durante o evento foi sugerido algumas melhorias para o programa, como uma “selo azul” para os motoristas e uma van para o transporte dos agentes durante o horário de almoço, que é oferecido no próprio centro social. Os vereadores presentes, entre eles Pedro Beneduzzi, se comprometeram a interceder pela van junto à prefeitura da cidade.

Atualmente a Área Azul conta com 60 agentes, distribuídos em 48 setores, além de 20 pontos de vendas. Nos setores do centro da cidade ficam localizados dois agentes por quarteirão para evitar que o motorista precise aguardar por muito tempo o agente.

 

Centro Social

O Centro Social de Votuporanga está a 44 anos prestando serviços a população, com a missão “Ofertar, com qualidade, serviços, programas e projetos que propiciem a inclusão social”.

Atualmente são realizados pela entidade seis programas sociais. Entre eles, o Programa Área Azul, que emprega mulheres e homens com mais de 18 anos para serem agentes no transito. Além deste, os programas Bem Viver, Abrindo Caminhos, Programa de Aprendizagem, Ação Família e Acessus.

A presidente do Centro Social, Bader Lorente, esteve presente na Câmara Municipal ontem e ressaltou que “Hoje posso afirmar que estamos 100% adequados ao que a legislação para a assistência social exige. Melhoramos muito, mas, queremos ainda mais”.

O Jornal

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password