Centro de Referência será entregue 5.ª

Informação foi dada pelo prefeito, em seu programa de rádio semanal; SP-461, reforma política e Nova Arena também estão em pauta 

No programa de rádio “Conversa com o Prefeito” desta semana, Junior Marão anuncia a inauguração oficial do CRAM – Centro de Referência e Atendimento à Mulher, que acontece nesta quinta-feira, dia 21.

“É Votuporanga, mais uma vez, saindo na frente ao oferecer à comunidade um órgão de orientação, acolhimento e acompanhamento psicológico, social, jurídico, às mulheres em situação de violência, no sentido de fortalecer sua autoestima e possibilitar que essas mulheres se tornem protagonistas de seus próprios direitos, ampliando seu nível de entendimento sobre as relações de gênero”, comemora.

O Centro de Referência de Atendimento à Mulher ainda presta serviço de assistência jurídica, lembrando que a violência é qualquer ato ou conduta que cause morte, dano ou sofrimento físico, sexual ou psicológico à mulher, e que pode

CAV
Com o acesso à série A2 do Campeonato Paulista, o CAV precisará de uma “casa nova” em 2016, visto que a demolição do Estádio Plínio Marin deverá começar ainda no primeiro semestre.
Para tranquilizar diretoria e torcedores, o prefeito reafirma que a nova arena já estará em condição de uso para a próxima temporada, explicando quais os benefícios que o futebol trará ao município, em termos de visibilidade estadual e até nacional.
“Inclusive a ESPN já acertou contrato e deve transmitir todo campeonato paulista da Série A2 do ano que vem”, completa o âncora Orlando Ribeiro, diretor da Divisão de Cerimoniais e Eventos da Prefeitura de Votuporanga.

Tecnologia
No programa, Marão comenta ainda os resultados de sua audiência com o vice-governador de São Paulo e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Márcio França, quando foi tratar da verba já autorizada para a implantação do Centro Tecnológico, mas que ainda não foi liberada pelo Governo Estadual.
“Foi uma reunião muito importante, que participei junto ao vereador Eliezer Casali e Thiago Caproni. Temos o projeto embrionário há dois anos, mas queremos ter estrutura para fomentar o desenvolvimento econômico atrelado à educação e pesquisa”.
O Centro de Inovação Tecnológica é um espaço criado para estimular o crescimento e a competitividade das micro e pequenas empresas por meio do avanço tecnológico. Adaptado às condições e necessidades locais, o empreendimento concentra e oferece um conjunto de mecanismos e serviços de suporte ao processo de inovação das empresas, promovendo ainda a interação entre empreendedores e pesquisadores para o desenvolvimento de setores econômicos.
O órgão será instalado em parte do espaço onde era o Mercadão Municipal, após a retrofit (uma espécie de revitalização com conceitos modernizados) do prédio, e atuará inicialmente no Design e Produção Moveleira. A implantação do Centro representará um ganho significativo para a indústria na agregação de valor aos produtos produzidos em Votuporanga e região. A ideia é oferecer apoio ao setor empresarial, visando o desenvolvimento econômico nesta área e expandindo, num segundo momento, para outros segmentos.
O Centro de Inovação Tecnológico será implantado em parceria com o Governo do Estado, num investimento inicial de R$ 2 milhões. O plano de negócios para implantação do Centro de Inovação em foi elaborado pelo Núcleo de Política e Gestão Tecnológica (PGT) da USP (Unidades de São Paulo), por intermédio do coordenador científico Guilherme Ary Plonski e José Octávio Armani Paschoal.

Polêmica na Bellini
O recuo na decisão do DER de interdição do acesso à rodovia Péricles Bellini foi outro item da pauta do programa. “Enquanto não se viabilizam os viadutos e as alças de acesso reivindicadas, é inconcebível que se interditem os poucos acessos”, frisa Junior, ao informar que o DER voltou atrás e liberou o trecho.

Reforma política
Sobre o cenário nacional, o prefeito também fala de sua expectativa quanto à reforma política, “necessária para que sejam corrigidas distorções, fortalecer a democracia e para combater a corrupção”, afirma. Para ele, o financiamento de campanhas precisa ter regras mais claras e as doações de empresas devem ter valores limitados.
“É um tema bastante discutido na Câmara, Senado e Congresso. Essa situação, corrupção, financiamento de campanha… isso compromete mandados públicos e essa reforma vai poder, daqui pra frente, nortear o país em novos rumos. Eu sou a favor de mandato único de cinco anos, sem reeleição. Espero que possa passar esse projeto”, finaliza. Fernanda Ribeiro Ishikawa/Diário de Votuporanga

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password