CAV treina para evitar vexame contra a Francana

A reapresentação do Clube Atlético Votuporanguense ontem à tarde, no Estádio Municipal Plínio Marin, foi de trabalho para o técnico Fransérgio Ferreira e para parte do elenco que não atuou os 90 minutos na derrota contra o Guaçuano, na noite da última quarta-feira (3).

 

Isso porque o resultado negativo, além de acabar com as chances de classificação, ainda mantém um risco, mesmo que remoto, de rebaixamento.

 

 

A Votuporanguense está na décima quarta posição na tabela, com 21 pontos. O Palmeiras B, o primeiro time na zona de rebaixamento, na décima sétima posição, tem 16 pontos, e pode chegar a 22, caso vença nas duas últimas rodadas e aconteça uma “catástrofe” com o CAV, ou seja, derrotas contra a Francana e América de Rio Preto.

 

 

Para o jogo de domingo, às 10h, no Estádio Municipal Plínio Marin, Fransérgio vai contar com a volta de três jogadores que estavam suspensos na última rodada. São eles o zagueiro Paulo Brumati, e os atacantes Marcinho e Romário, artilheiro do CAV na competição com sete gols.

 

 

Os jogadores que atuaram em Mogi Guaçu fizeram apenas alongamento ontem à tarde, enquanto o restante do elenco participou de uma atividade em campo reduzido, para intensificar as finalizações e a marcação sob pressão. Hoje, o time treina em dois períodos, também no Plínio Marin.

 

 

O jogo de domingo marca o reencontro com o ex-treinador alvinegro Fernando Polozzi. A “Veterana”, como é conhecida a equipe de Franca, também deu adeus às chances de classificação na última rodada, após empatar com o Rio Preto. Para o jogo contra a Votuporanguense, Polozzi não poderá contra com a dupla de zaga formada por Jadson e Matheus. O primeiro recebeu o terceiro cartão amarelo e o segundo foi expulso no final da partida.

Jociano Garofolo

garofolo@acidadevotuporanga.com.br

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password