CAV contrata Marcelinho e Thiaguinho, do Batatais

Período de inscrição de atletas na Série A3 do Campeonato Paulista termina no final da semana e equipe busca jogadores

Depois de derrota por 2 a 0 para o Água Santa, no estádio Rua Javari, no último sábado, a diretoria do CAV (Clube Atlético Votuporanguense) segue em busca de reforços para a equipe. Luís Cortillazzi, o Luisão, gerente de futebol, teve várias reuniões ontem para encontrar novos atletas para a equipe, já que o período de inscrição na Série A3 do Campeonato Paulista termina no final da semana, dia 13. A equipe local, que estava em quarto lugar, caiu para a sétima posição. No início da noite de ontem, a Votuporanguense acertou com Marcelinho, meia, e Thiaguinho, atacante, do Batatais, clube que está na série A 2.

O Batatais não liberou a venda de Luciano Gigante. O CAV ainda não fechou suas contratações e deve continuar negociando ainda hoje.
Após o jogo contra o Água Santa, o técnico Ricardo Pinto falou aos microfones da Rádio Cidade. “A derrota não é de todo ruim porque, não que a gente queira perder, mas pelo menos ela mostra muita coisa, foi exatamente o que aconteceu. Nós tivemos duas falhas graves, que nos custaram a derrota. Deixamos a marcação frouxa no primeiro tempo, demos espaço e condição de criação do adversário e isso fez com que eles crescessem e conseguissem os dois gols. No segundo gol, o Ítalo tentou tirar, mas estava desequilibrado e entrou com bola e tudo. Achei que o problema todo foi no segundo tempo.  Poderia botar mais dificuldade, movimentar um pouco mais e não conseguimos. Temos que trabalhar muito, com tranquilidade, fazer com que nosso futebol seja mais rápido, para que a gente possa criar surpresa para o adversário”, disse. 
Ricardo Pinto ressaltou que ainda é muito cedo para mexer na equipe. “Tem a volta do Serginho, que era o titular da equipe, mas o Ítalo não se prejudicou, pelo contrário, se houver necessidade, vai jogar de novo. O time todo brigou muito na partida contra o Água Santa, mas temos que acertar no todo. Uma derrota como essa não é normal para o nossa equipe”. 
Sobre reforços, ele contou que, assim que observou o desempenho do time, conversou com a diretoria e disse que, se houvesse a possibilidade, seria importante a contratação de reforços. “Não só pelo que a gente precisa, mas porque todo mundo está se reforçando, então não podemos ficar atrás. A preocupação maior não é para que venham jogadores, é para acertar com quem está aqui”.

Pela 11ª rodada, a Votup-ranguense volta a campo amanhã, às 20h, contra o São Carlos, no Plínio Marin.

Torcedores
A torcida cobra mais atenção da equipe. Votuporanguenses que viajaram para ver a partida querem ver um sorriso dos atletas ou até mesmo um cumprimento antes e depois das partidas. O Rio Preto segue na primeira posição do campeonato, com 23 pontos e 76,7% de aproveitamento. Em segundo lugar está o Novorizontino, com 19 pontos. Leidiane Sabino/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password