Casal é feito refém e bandidos estouram caixa eletrônico

Wellington Silveira da Silva, 18 anos foi preso e com ele os policiais encontraram um revolver calibre 38, com duas munições deflagradas e outras cinco intactas, que possivelmente, pertence a Policia Civil de Mato Grosso do Sul.No interior da Tucson foram encontradas tocas, celulares e duas estrelas de fabricação caseira usada na fuga para estourar pneus das viaturas durante uma possível perseguição.Wellington contou aos policiais que o grupo era formado por sete integrantes de várias cidades do país, desde São Paulo até de fortaleza, em Recife. Ele, a princípio, negou que trabalhava em empresas na região e se limitou a dizer quem planejou o assalto.

Da Redação

Aproximadamente sete bandidos foram responsáveis pela explosão de um caixa eletrônico do Banco Bradesco que fica na entrada da Usina UNP em Meridiano, região de Fernandópolis. O fato foi registrado por volta das 2h00 desta quinta-feira.

O bando estava dividido em vários veículos e um deles abordou um casal de jovens que saia da lanchonete Choppelândia em Valentim Gentil. Três homens fortemente armados anunciaram o seqüestro e mencionaram que utilizaria o veículo (Tucson) em um assalto no caixa eletrônico da Usina.

As vítimas V.A.M, 18 anos e T.A.A., 17, foram colocados no porta malas do veículo e o trio se encontrou com outro grupo em uma vicinal que liga Valentim Gentil a sede da UNP de Meridiano.

No local o bando encapuzado desceu dos veículos atirando contra guarida da empresa e contra os seguranças que trabalhavam no local. Um dos guardas conseguiu escapar e pedir ajuda.

Outro segurança noturno que fazia a ronda também foi abordado e obrigado a se deitar até que outros bandidos preparavam a explosão do caixa eletrônico. Eles usaram bolsa para carregar o dinheiro que foi colocado em veículos não identificados. No meio do caminho o casal foi deixando em uma estrada rural e obrigados a correr.

Funcionários da Usina avisaram a polícia que começou uma busca na região. Viaturas de Meridiano, Valentim Gentil e Fernandópolis se deslocaram para local até que a equipe da Força Tática cruzou com o veículo Tucson, na rodovia Euclides da Cunha. Próximo ao Posto Morini.

A equipe da PM começou a perseguição até que os bandidos pararam e começaram a atirar contra os policiais. Todos os bandidos saíram correm em várias direções até que um deles tropeçou na guia e caiu em uma valeta, ficando desorientado.

Na delegacia o casal seqüestrado disse à reportagem que saiam da lanchonete depois de comemorar a vitória do Corinthians na Libertares quando um veículo Voyage, de cor marrom cruzou a frente do veículo em que estavam e três pessoas desceram armados e anunciando o roubo.

“Ficamos transtornado, disse a garota de apenas 17 anos. Ele (o amigo) estava me levando para a casa e de repente vimos o veiculo passando por nos e olhando para o nosso lado. Percebemos que eles retornaram e pararam na nossa frente”, disse.

O casal foi obrigado a entregar carteiras e celulares aos bandidos que mencionaram que iriam explodir um caixa eletrônico na Usina.

O rapaz, vítima do seqüestro, é natural de São Bernardo do Campo e passaram férias com familiares que moram e Valentim Gentil. Ele falou que ouviu várias vezes os bandidos perguntarem que vamos fazer como eles.

“Assisti tudo, até a explosão do caixa eletrônico, até que fomos deixados na estrada e depois uma viatura da policia nos encontrou”, concluiu V.A.M.

O boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Polícia de Meridiano que abrirá inquérito para apurar o caso. O preso Wellington Silveira da Silva será levado para uma das Cadeias da região e ficará a disposição da Justiça.

O teor do depoimento do bandido na foi revelado à imprensa. (Luciano Donadeli – regiaonoroeste.com)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password