Casal é assassinado a tiros na noite deste domingo em Araçatuba

A dona de casa Clarice Miranda Ribeiro, 55 anos, foi assassinada com pelo menos três tiros dentro de sua própria casa, em Araçatuba, na noite deste domingo (5).

O marido dela, Egídio Ribeiro, 56, também foi baleado nas costas, chegou a ser socorrido, mas não resistiu. Para a polícia, as vítimas foram mortas sem qualquer motivo.

Conforme as primeiras investigações, o atirador tinha como alvo um filho do casal, de 26 anos, que conseguiu se esconder no fundo da casa no momento do atentado.Policiais que atenderam a ocorrência classificaram o ato como cruel e covarde contra dois inocentes.

O casal foi baleado em casa, na rua Aparecido Romano, bairro Juçara, por volta das 20h30. Atingida por tiros na cabeça e no peito, a mulher morreu na sala da residência.

O marido, baleado nas costas, caiu em um corredor e foi socorrido pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros. Egídio chegou ao hospital em estado grave, chegou a ser reanimado pela equipe médica e foi encaminhado para cirurgia.

“No entanto, o óbito foi confirmado pouco antes da meia noite”, disse, nesta madrugada, o delegado plantonista Paulo Cacciatore.

PRESO

Um homem de 41 anos, identificado pelas iniciais E.F.B., suspeito de ajudar o atirador na fuga do local, foi detido pela Polícia Militar no final da noite de domingo. Apresentado no plantão policial, ele foi autuado em flagrante pelo duplo homicídio.

O rapaz apontado como o atirador está sendo procurado. A polícia já tem a identificação do acusado, mas detalhes não foram divulgados para preservar a investigação.

CARRO, TIROS E MORTES

O rapaz, que escapou da morte ao se esconder nos fundos da casa onde os pais foram executados, contou ao portal Ata News que viu quando os dois envolvidos nos crimes chegaram ao local em uma picape Saveiro de cor preta.

“Eu estava sentado na calçada, o carro parou na frente de casa e o rapaz que estava no banco de passageiro desceu, sacou a arma e gritou: não corre não”.

O morador, que pediu para não ter o nome divulgado, disse que correu para o fundo da casa por um corredor e que o atirador entrou com arma em punho.

O rapaz se abrigou em um cômodo no fundo da residência e escutou vários disparos. Conforme o que o delegado apurou na cena do crime, o atirador entrou na casa atrás do alvo, mas encontrou o pai dele, que logo foi baleado e caiu.

Em seguida, o assassino viu a dona de casa na sala e atirou várias vezes contra ela. A polícia acredita que o criminoso tenha deixado o local por falta de munição.

Foram encontradas cápsulas de pistola ponto 40 na residência. A arma é de uso exclusivo da polícia.

O filho do casal disse que reconheceu os dois homens que chegaram no carro e que Emerson era quem dirigia o veículo. Segundo a polícia, ele teria aguardado a execução do crime no carro e fugido com o atirador.

O filho do casal forneceu à polícia a identificação do atirador. O acusado, que saiu da cadeia neste ano, é suspeito de participação em outro homicídio.

A polícia investiga a informação de que o crime contra o filho do casal teria sido encomendado por um rival dele, cujo nome está sendo mantido em sigilo para não comprometer a investigação.

De acordo com o delegado, “a polícia procura pelo atirador e pelo suposto mandante desse atentado, que resultou na morte de dois inocentes”. AtaNews

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password