Cartorário é preso por abusar de crianças

Após quase seis anos respondendo em liberdade, o cartorário Éder Marcel Ventura Menegão, 45 anos, o ‘Edinho’ do Cartório de Santa Fé do Sul, foi preso na manhã de quinta-feira, 19, por estupro de vulnerável, após ser condenado em segunda instância pelo Tribunal de Justiça de São Paulo a nove anos e quatro meses de prisão, acusado de abusar sexualmente de dois meninos de nove anos, em 2010. O caso era investigado pela Delegacia da Mulher de Santa Fé do Sul.

Em 2011, Menegão teve prisão preventiva determinada pela Justiça, com base em denúncias das crianças que teriam sido abusadas por ele. Depois disso, foi condenado a nove anos e quatro meses de prisão, mas conseguiu um habeas corpus e respondeu em liberdade até a nova condenação. O cartorário está preso na cadeia de Santa Fé do Sul, enquanto aguarda ser encaminhado para um presídio da região.

Entenda o caso

Éder Marcel Ventura Menegão foi denunciado por abusar de dois garotos que são amigos do filho do cartorário. Segundo a Polícia, as vítimas teriam sido abusadas na própria casa do cartorário, onde iam brincar com o filho dele. Um dos meninos teria dito que foi violentado sexualmente pelo período de seis meses. Além disso, teria declarado que precisou de tratamento médico devido a sequelas no ânus.

Em entrevista ao Diário, em junho de 2011, o delegado Higor Vinícius Nogueira Jorge, responsável pela prisão na época, disse que exame de corpo de delito comprovou que o menor foi violentado. A outra criança teria dito à polícia que foi agarrada e tido as nádegas acariciadas, mas o cartorário nega o crime.

(Colaborou Arthur Avila)/Diário da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password