Carro produto de latrocínio é recuperado pela PM

GM/Monza foi vendido para um morador de Votuporanga por R$3 mil. Desconfiado, o comprador abandonou o veículo na vicinal Ângelo Commar

A equipe de Rádio Patrulha da Polícia Militar de Votuporanga, composta pelos policiais Sandro e Pacheco, recuperou um GM/Monza abandonado na vicinal Ângelo Commar, que liga o município de Votuporanga à Parisi, no início da noite desta terça-feira, 26. De acordo com a PM, o veículo era produto de latrocínio pela cidade de Carneirinho-MG, desde o último dia 23.

Por meio de denúncia anônima, os policiais foram informados que o carro estava abandonado cerca de um quilômetro do trevo, sentido Parisi. Após localizar o automóvel, a PM foi informada que o Monza foi vendido para um morador de Votuporanga por R$3 mil. Desconfiado, o comprador abandonou o veículo na data de hoje.

Diante da situação, o carro foi apreendido e a ocorrência foi apresentada no Plantão Policial.

Latrocínio e prisão dos indivíduos

J.J.G. de 24 anos e M.T.T.M. de 23 anos foram presos pela Rocam (Ronda Ostensiva com o Apoio de Motocicletas) com o apoio da 2º Tenente Sarah e Sd Valim do Comando de Força de Votuporanga, no início da noite de segunda-feira (25). Segundo informações da Polícia Militar, os criminosos estavam foragidos desde o dia do crime (23).

Os rapazes foram vistos em atitude suspeita e ao notarem a aproximação da PM, um deles tentou dispensar um celular. Porém, após abordagem e pesquisa via CAD (Centro de Atendimento e Despacho) foi constatado que os mesmos eram procurados pelo latrocínio.

Durante contato feito com a polícia mineira, a Polícia Militar de Votuporanga foi informada que os policiais do outro município estavam aguardando a captura dos autores e até então não haviam encontrado o cadáver da vítima, de aproximadamente 50 anos. Os criminosos mataram a vítima com dois golpes de extintor na cabeça, em seguida fugiram com o carro e certa quantia em dinheiro. O corpo foi encontrado por meio de orientações de um dos autores repassadas para a polícia mineira.

Os criminosos foram encaminhados para Minas Gerais e ficarão  presos à disposição da Justiça.

De acordo com a PM Mineira, o segundo dia de investigações durou quase 30 horas ininterruptas sem revezamento de equipe. Para os policiais, o apoio incondicional da equipe da PM de Votuporanga, comandada pela 2º Tenente Sarah foi fundamental para que se chegasse ao desfecho do crime.

Paola Munhoz/Votunews

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password