Carga se desprende de caminhão e cloro cai em córrego

Container que armazenava policloreto de alumínio caiu de caminhão no trevo de acesso à Rio Preto. (Marco Antonio dos Santos)

Um caminhão, carregado com policloreto de alumínio – produto à base de cloro – perdeu o controle ao fazer uma curva na rotatória de acesso à zona norte, próximo ao quilômetro 44 da rodovia Washington Luís (SP-310), desprendendo a carga, na manhã desta quarta-feira, dia 30, em Rio Preto.

 

Técnicos da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) estiveram no local para levantar os possíveis danos ao meio ambiente. Em uma avaliação preliminar, pelo menos 2 mil litros do produto caíram na pista e escorreram até o córrego Piedade por uma galeria pluvial.

 

 

O caminhão, que é de uma transportadora de Rio Preto, levava o produto da cidade até uma usina de etanol em Potirendaba. O motorista K.H.A, de 36 anos, afirmou que o acidente ocorreu quando teve de desviar de uma motocicleta que, repentinamente, entrou em sua frente.

 

 

“Para evitar a colisão e bater no motociclista, tive de fazer uma manobra brusca. Neste momento, as cargas se soltaram e caíram. Foi tudo muito rápido”, diz o motorista.

 

 

O engenheiro da Cetesb, João Antonio Alves, afirma que pelo menos 2 mil litros do produto caíram na pista e escorreram até o córrego por uma galeria pluvial. “Estamos verificando se houve alteração da acidez da água e possível mortandade dos peixes. Mas, aparentemente, pelo que já vimos no local, não houve dano, porque o cloro pode ser assimilado ao ambiente.”, disse.

 

Técnicos da Cetesb colheram amostra da água do córrego para verificar se há muitos resíduos e avaliar os reais riscos ao ambiente.

 

Duas equipes do Corpo do Bombeiros estiveram no local para ajudar na dispersão do policloreto de alumínio. A tenente Lidiara Lenarduzzi disse que parte do produto foi recolhido, para liberar o tráfego de veículos na pista.

 

A Polícia Rodoviária Estadual registrou o acidente. A Polícia Civil vai investigar se a carga química era transportada da forma correta e se não havia irregularidades no veículo.

Marco Antonio dos Santos – diarioweb.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password