Cardoso se prepara para se tornar Município de Interesse Turístico

O município, que fica a 38 quilômetros de Votuporanga, criou o COMTUR (Conselho Municipal de Turismo), órgão apolítico e permanente com a intenção de que a comunidade discuta quinzenalmente como fomentar e atrair turistas para desfrutar de seus atrativos naturais, os rios Marinheiro, Turvo e Grande, além de curtir seus principais cartões postais que são o Complexo Turístico Leandro Trindade da Silveira – a Prainha (que passa atualmente por uma revitalização), e também a Lagoa Hygino Zampronha, localizada na região central da cidade.

O quinto encontro do Conselho aconteceu na tarde da última quinta-feira no auditório da Câmara Municipal de Cardoso. O Conselho foi formado por variados segmentos daquela comunidade, como: representantes da Polícia Civil e Militar, da Associação Comercial, de Ranchos, de Hotéis, Pousadas e Colônias de Férias, da Saúde, da Educação, do Esporte, de Vereadores e do Conselho Tutelar, além de Empresários e Comerciantes de todo o município.
“Todos podem e devem participar, pois as sugestões ali colocadas será para melhorar o turismo da cidade que é de todos”, convida o prefeito Dinho.
Na pauta da reunião comandada pelo Consultor especializado em Turismo, Manoel Pedro Leal, foram discutidos diversos assuntos e implementadas metas entre os presentes que sugeriram inovadoras formas para incrementar o turismo naquela região.
A ideia, segundo informou a Diretora de Turismo, Nayara Gerin, será colocar o município em uma das 140 vagas, oferecidas pelo Estado, para receber o título de Município de Interesse Turístico. A nomenclatura será concedida exclusivamente pelo Governo do Estado de São Paulo aos municípios que apresentarem características turísticas e determinados requisitos como: condições de lazer, recreação, recursos naturais e culturais específicos.
Hoje no Estado de São Paulo já existem 70 cidades com o Título de Estância Turística, porém os chamados MIT – Municípios de Interesse Turístico ainda serão selecionados pelo Governo do Estado.
Para conseguir o título de MIT, a cidade precisa apresentar um planejamento adequado para fomentar tradição, cultura, preservação de patrimônios históricos, artesanato típico, paisagem atrativa, centros de lazer e gastronomia.
No caso de Cardoso, o Complexo Turístico Leandro Trindade da Silveira – a Prainha representa o maior atrativo do município, além é claro do abundante acervo de rios que ladeiam a cidade o que aprova o título de “Cidade dos Grandes Lagos”, garantindo a pescaria que hoje norteia o turismo do município.
“Gostaria de ressaltar que não temos a intenção de acabar com a pesca profissional, o que nós queremos é tornar justa a briga entre peixe e pescador para que tenhamos esse recurso atrativo ainda por muitos anos. Outro ponto importante é que o COMTUR está fomentando as atitudes que tomará para melhor conduzir o Turismo no município, e todas as decisões serão baseadas em reuniões, realizadas quinzenalmente, e em Leis que passarão por apreciação do Executivo e do Legislativo. Com isso estaremos dando a oportunidade de toda a população participar e emitir sua opinião para qualquer sugestão que o COMTUR venha trazer para nossa comunidade”, defende Nayara.
A próxima reunião do COMTUR será no dia 30 de março, às 18 horas, nas dependências da churrascaria Carro de Boi.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password