Cantora da música ‘Cambada de bombado’ recebe ameças na internet

“Eu não to mais aguentando / Acho isso um absurdo / Os braços parecem um touro e as canelas um canudo”. A rima pode até parecer inocente mas, depois que a música Cambada de bombado (sic), da cantora sertaneja Elaine Cés, de Rio Preto, ganhou visibilidade nas redes sociais, a intérprete passou a receber ameaças, inclusive de morte, por desconhecidos que se ofenderam com a letra.

As críticas à música, segundo a cantora, começaram desde que o primeiro vídeo foi publicado, mas o que motivou Elaine a procurar a polícia foram as ameaças. Ela começou a receber, no último domingo, dia 10, mensagens intimidadoras em seu perfil no Facebook.

“Cuidado, você é uma recalcada que faz uma música pejorariva e preconceituosa, pode acabar se dando muito mal. Já conheço uma galera querendo saber onde você se apresenta e ir lá pra te meter a garrafada no meio da cara”, dizia uma das ameaças.

No YouTube, onde o vídeo está hospedado e tem cerca de 32 mil visulizações, a mesma pessoa que enviou ameaças diretas à cantora disse: “Você vai acabar igual o Mc Daleste. Vai tomar um tiro no meio da cara e ninguém nunca vai descobrir quem foi”, escreveu.

Por mensagem privada no Facebook, o homem justificou as ameaças dizendo que se sentiu ofendido: “Você quer ganhar fama e dinheiro ofendendo as pessoas. Vai lá, faça uma música desse tipo ofendendo gays e negros pra ver o que te acontece. Agora, ofender atletas e praticantes de esportes você acha que é normal”.

Por telefone, Elaine disse ao Diário da Região que a música não tem intenção de ofender ninguém. “É tudo uma brincadeira. As pessoas se divertem nos shows. Até os bombados dançam”, afirmou a cantora, que garante não estar falando de atletas. “Eu falo de bombados que tomam bombas (anabolizantes), não de quem malha na academia”.

Ela disse também não chegou a cancelar nenhum show depois das ameças, mas ficou com medo. “Não sei quem é, não conheço essa pessoa. Agora eu bloqueei porque eu não estava mais aguentando”, disse.

A cantora foi até a Central de Flagrantes da Polícia Civil nesta segunda-feira, 11, e registrou boletim de ocorrência. Ela entregou à polícia cópias das conversas que teve com o homem que a vinha ameaçando. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher de Rio Preto.

Colaborou Gabriel Vital/Diário da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password