Campanha de Vacinação é prorrogada por recomendação do Ministério da Saúde

Unidades de Saúde ficarão abertas neste sábado das 8h às 14h; vacinas ainda serão oferecidas na próxima semana.

A Prefeitura de Votuporanga comunica que neste sábado (1/9), as unidades de saúde do Jardim Marin, Vila América, Palmeiras e Pozzobon ficarão abertas das 8h às 14h para vacinação contra poliomielite e sarampo. As doses vão continuar sendo oferecidas em todas as unidades de saúde na próxima semana devido à recomendação do Ministério da Saúde. Nas unidades que atendem no horário do trabalhador também haverá vacinação.

Até o momento, 2.971 crianças foram vacinadas, correspondendo a 80.78% do total a ser imunizado no município. Dessas, 667, na faixa etária de 1 ano; 753, na faixa etária de 2 anos; 824, de 3 anos e 727 na faixa dos 4 anos. A meta mínima a ser alcançada corresponde a 95% de cobertura vacinal.

A Secretaria de Saúde de Votuporanga alerta que todas as crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 anos devem receber as doses, independentemente de sua situação vacinal, e reforça o pedido aos pais para que protejam seus filhos por meio da imunização.

Neste ano, estão sendo ofertadas duas vacinas, uma contra a poliomielite e outra contra o sarampo, disponibilizada por meio do tríplice viral.  Além do sarampo, a tríplice viral protege contra a caxumba e a rubéola.

O esquema da vacina tríplice se dá através de duas doses para pessoas entre os 12 meses de vida até os 29 anos de idade, explica a enfermeira responsável pelo Setor de Imunização da Secretaria da Saúde, Danieli Fortilli. “O intervalo entre essas duas doses deve ser de 30 dias. Já para os adultos de 30 a 58 anos a dose desta vacina é única”.

As pessoas que ainda não tomaram a vacina ou têm dúvida sobre a imunização devem se dirigir até a unidade com a caderneta de vacinas em mãos. “Quem ainda não tomou a vacina deve procurar a unidade de saúde mais próxima, assim, o profissional de saúde terá condições de avaliar a necessidade de ser vacinado e o número de doses. É importante ressaltar que no Brasil, a prevalência de casos da doença contempla o público não vacinado”, destaca Danieli.

Mais informações no setor de Imunização da Secretaria da Saúde, pelo (17) 3405-9787.

0 Comentários

Deixe um Comentário

três × cinco =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password