Campanha de Vacinação Contra a Raiva termina nesta sexta-feira em Votuporanga

Secretaria de Saúde realiza a ação desde o final de setembro, e apesar disso, a adesão da população não atingiu a expectativa; Monte Verde e Centro terão vacinação neste último dia

Sexta-feira (9/12) é o último dia para quem ainda não vacinou seu animal contra a raiva em Votuporanga. A Campanha de Vacinação Antirrábica termina com um posto extra de imunização no Residencial Noroeste que atenderá das 14h às 19h.  O intuito é disponibilizar um segundo local e horário diferenciados para complementar o índice de imunização no município, que teve a adesão abaixo da expectativa.

Além do posto instalado na sede da Vigilância Ambiental, que fará atendimento das 8h às 12h e 14h às 19h; uma equipe volante seguirá para a Praça do Noroeste a fim de atender a zona oeste da cidade. Naquela região, a vacinação será das 14h às 19h.

A educadora em saúde, Adelice Silva, conta que a Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde vacinou, em pouco mais de dois meses, 5,2 mil cães e gatos – número abaixo da meta pretendida, de 10 mil animais. Para garantir maior cobertura vacinal, os agentes de endemias também percorreram chácaras e sítios.

A campanha visa abranger cães e gatos a partir do terceiro mês de vida. Os animais não podem estar doentes, com parasitas ou em estado de desnutrição. A vacina é segura, não oferece riscos e tem validade de um ano, ou seja, aqueles que participaram da ação no ano passado devem ser imunizados novamente.

De acordo com o veterinário da Secretaria de Saúde, Dr. Élcio Sanchez Estevez Júnior, há mais de 20 anos a Secretaria de Saúde realiza mensalmente o monitoramento para detecção da raiva. Neste período não houve registro de casos da doença em Votuporanga. Entretanto, ele alerta sobre a necessidade da vacinação.  “É uma das principais maneiras de controlar a doença. A ação é tão é importante para o animal, quanto para a população, pois a raiva é uma doença que pode ser contraída pelo ser humano e é fatal” – explica.

 

A raiva

A doença pode infectar qualquer mamífero por meio da saliva ou mordedura, sendo fatal em casos em que não é dada a assistência médica em tempo hábil. Quem entrar em contato com a saliva de animais desconhecidos ou suspeitos deve lavar a região abundantemente com água e sabão e procurar assistência médica.

A Vigilância Ambiental fica localizada na Rua Santa Catarina n.º 3935 – Patrimônio Velho (próximo à Secretaria Municipal de Saúde) e atende pelo 0800-770-9786.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password