Câmeras registram furto na Nova Concha Acústica

Se de um lado a Concha Acústica atrapalha dias de missa ou casamentos na Igreja Matriz, de outro ela tem sido o local exato para as câmeras de monitoramento registrar o fluxo diário de pessoas que passam pela praça cívica e também a ação dos bandidos.

 

O local possui câmeras de segurança que na semana passada flagraram o furto de uma caixa de som, utilizada em eventos e shows. 

 

 

Tudo foi gravado pela central de monitoramento da Secretaria de Trânsito, Transporte e Segurança, pasta que administra as câmeras. O responsável pela parte técnica, Cláudio Polvere, conhecido como Grilo da Eletrônica, explicou como foi a ação. 
Na madrugada do último dia 5, dois jovens estiveram no local. Disfarçando, foram até as caixas. Enquanto um dava cobertura, o outro mexia no aparelho. Os dois vestiam camisetas de uma academia da cidade, além de boné e chinelos.
No outro dia, ainda pela madrugada, eles retornaram, usando agasalhos com tocas para protegerem o rosto. Com o uso de uma ferramenta (aparentemente uma chave defenda), mexem no objeto. “Pela ação dos bandidos, acreditamos que eles gostariam de furtar o alto-falante”, explicou Polvere. Como não conseguiram, decidiram levar a caixa, empurrando-a até um Fusca. “Os dois são fortes porque a caixa pesa em média de 100 quilos”, frisou.
O valor estimado do objeto é de R$ 3 mil.
Como não foi feito flagrante, o furto foi registrado na Polícia Militar e agora é investigado pela Civil.

Avaliação
O secretário titular da pasta, Alberto Casali, diz que o flagrante registrado pela central mostra que a cidade está no caminho certo. “Devemos lutar para que mais pontos tenham as câmeras, que só visam dar segurança aos moradores”.
Em breve, o terminal de ônibus (praça Dr. Fernando Costa); o cruzamento das ruas Amazonas e Alagoas, e rodoviária, serão contempladas com os aparelhos.
“Nossas imagens ficarão à disposição da polícia Militar e Civil, e ajudará a identificar bandidos. Temos que tirar da cabeça que Votuporanga é uma cidade pequena, do interior. Não, estamos em expansão e infelizmente ocorrem fatos assim”, falou.
 
Droga
Em novembro do ano passado, a central de monitoramento  registrou uma ação que levantou suspeitas pela Polícia Militar de Votuporanga. Um grupo formado por oito homens, aparentemente acima de 35 anos, estava pelo local. Em certo momento, um jovem com idade aproximada de 20 anos pega algo de maneira muito rápida das mãos de um indivíduo e repassa algumas moedas, o que seria uma forma de pagamento. Em seguida, o jovem sai de bicicleta.
Vendo esta ação, a central comunicou a PM sobre o que estava acontecendo no local. 
O impressionante é que com a aproximação dos policiais, minutos depois de acionados, um outro rapaz passa pelo local e avisa o homem que entregou o possível entorpecente ao jovem, que a polícia está chegando. Os policiais vistoriam os oito indivíduos, mas nada foi encontrado.
Karolline Bianconi – A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password