Presidente da Câmara Municipal Eliezer estuda transmissão das sessões em rádios

O presidente da Câmara Municipal, Eliezer Casali, tem como objetivo a popularização dos trabalhos legislativos. Pensando nisso, ele pretende transmitir as sessões da Casa de Leis nas rádios da cidade. “A Câmara hoje é mito. Certas pessoas perguntam se podem ver a sessão. Quero utilizar os meios de comunicação para incentivar a comunidade participar. Vamos visitar escolas, entidades, clubes de serviços para levar a proposta. Todos votaram para um candidato a vereador e merecem acompanhar o seu eleito. Temos a transmissão pela TV Unifev, e quero levar a sessão para o rádio também”, frisou.

Sobre o horário da sessão, Eliezer afirmou que está estudando novos horários. “Se for viabilizada ao vivo, sessão começaria às 18h, tempo de pessoas saindo do trabalho. Hoje, como é transmitido pela TV, a veiculação é 19h30 na terça-feira. Pensamos em mudar o horário, mas será uma decisão em conjunto com os demais vereadores”, ressaltou.

O novo presidente disse ainda que a presença da população na Câmara Municipal vem contribuir para o bom andamento dos trabalhos. “Vereador é fiscalizador do Executivo e será uma grande honra a gente ter as pessoas participando das atividades”, enfatizou.

“O nosso Legislativo é atuante, sério, honrado, na história de Votuporanga nunca tivemos corrupção, denúncia envolvendo vereador e trabalha de forma coerente, sempre atuou. Projetos esdrúxulos nunca passaram, sempre tivemos comissão para avaliar isso”, destacou.

As sessões ordinárias voltam no próximo dia 28. “Mesmo assim, há movimentação intensa na Casa de Leis. O vereador não para de trabalhar, está atendendo normalmente, apenas há recesso das sessões”, afirmou.

Aumento de cadeiras no Legislativo

Eliezer Casali comentou ainda sobre o aumento de 10 para 15 cadeiras no Legislativo. “Houve emenda parlamentar e o Congresso resolveu aumentar essa representatividade na Câmara. No caso de Votuporanga, pela lei, podemos ter até 17 vereadores, mas votamos 15 achando que é um número bem coerente. A cidade fica melhor representada nos bairros e nas comunidades. Isso não levou ao aumento dos custo aos cofres públicos, a Câmara tem orçamento e em todos os anos, faz devolução de recursos todos os anos. A Casa de Leis é econômica”, ressaltou.

Eleição

Ele comentou ainda sobre sua eleição como presidente. “Toda votação para presidente da Câmara é bem tumultuada, porque são vários entendimentos, conversações e candidatos. É um período de muito diálogo. Tínhamos três candidatos declarados, embora alguns manifestaram sua intenção mas depois de reformuladas as ações, tivemos eu, Serginho da Farmácia e Osmair Ferrari. Mediante as conversações, o Serginho e Osmair, entendendo o momento político, abriram mão das candidaturas e tivemos a unanimidade. Gostaria de agradecer de forma fraterna e calorosa aos meus companheiros vereadores que sempre estiveram comigo”, disse.

Andressa Aoki

andressa@acidadevotuporanga.com.br

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password