Câmara aprova criação do programa ‘Disque Ecotudo’

Projeto de autoria do Executivo tem o objetivo de resolver descarte irregular

A Câ m a r a M u n i c i p a l aprovou por unanimidade, na sessão de ontem, a criação do programa “Disque Ecotudo”, em Votuporanga. O trabalho vai ser destinado à remoção de materiais inservíveis, que não são recolhidos na coleta convencional que é feita nas casas, como móveis de médio e grande porte, pneus e óleo de cozinha usado, desde que armazenado em garrafas pet ou recipientes fechados de maneira adequada, e materiais eletrônicos, como aparelhos de som, televisores e computadores. Para contar com o serviço, o morador deve entrar em contato com o departamento de Meio Ambiente da Saev Ambiental, que será responsável pela execução, e que terá até sete dias úteis, a partir do comunicado, para fazer a remoção do material. A conta do procedimento será incluída na fatura de água e esgoto dos contribuintes que solicitarem o trabalho. A taxa cobrada será em torno de R$ 50 por atendimento da autarquia, independentemente da frequência e da quantidade de material que seja recolhido. A Prefeitura afirma que o serviço foi criado para combater o acúmulo de resíduos de grande porte que, em muitos casos, são descartados em terrenos baldios por não h a v e r u m p r o g r a m a d e destinação correta dos materiais. O lixo gera um dos mais graves problemas ambientais enfrentados pelo município, que além do aspecto ruim do ponto de vista da preservação, serve como criadouros de insetos transmissores de doenças. “A intenção é fazer com que a cidade se torne mais limpa, saudável e humana, minimizando os impactos dos resíduos sobre o meio ambiente”, diz a justificativa anexa ao projeto. O presidente da Câmara, Eliezer Casali (PV), falou sobre o projeto. “É uma ação que tem com objetivo facilitar a vida dos moradores. Nem todo mundo tem um carro utilitário à disposição para levar ao Ecotudo um móvel que precisa ser descartado e o programa deve resolver definitivamente o problema”, afirmou. Todo material recolhido será levado para as unidades do Ecotudo, em Votuporanga, que darão a destinação correta ao lixo. O serviço será feito por funcionários da Saev ou por empresa terceirizada pela autarquia, caso a demanda seja grande e não possa ser correspondida pelo município. Vai atender de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h.

Restrições

O programa de coleta não vai recolher entulhos de construção civil em quantidade alguma, louças sanitárias, galhos de podas de árvores, lixo orgânico, animais mortos, roupas e calçados e materiais recicláveis. A Prefeitura não informou se pretende criar um projeto nos mesmos moldes para fazer o recolhimento deste tipo de material

Getúlio Salvador
getulio.salvador@diariodaregiao.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password