Caldeira explode em indústria da cidade e mata funcionário

Ilustração

O setor policial de Votuporanga registrou a segunda morte decorrente de acidentes de trabalho em indústrias do mesmo segmento, em um período inferior a 20 dias.

A última vítima faleceu no último domingo (13), devido a ferimentos sofridos na explosão de uma caldeira.

Eder Fernando da Silva Ruffo, de 30 anos de idade, morador de São José de Rio Preto, se acidentou na tarde de sábado, em uma fábrica localizada à margem da rodovia Euclides da Cunha, na comunidade rural da Roseira.

Segundo um boletim de ocorrência, registrado no Plantão Policial de Votuporanga como comunicação de óbito, o agente policial Valdir recebeu uma ligação da Santa Casa local, noticiando que a vítima veio a falecer devido aos ferimentos sofridos em um acidente de trabalho, quando uma caldeira explodiu e o atingiu.

Edson chegou a ser socorrido por uma unidade de resgate do Corpo de Bombeiros de Votuporanga, mas veio a óbito no dia seguinte. Este foi o segundo acidente de trabalho com vítima fatal da mesma empresa, em unidades diferentes, em aproximadamente 20 dias.

No mês de abril, o auxiliar de almoxarifado Alberto Yssao de Andrade Phina Hoshino, de 22 anos, morreu ao ser atingido por bobinas de aproximadamente 800 quilos que caíram sobre ele. O caso foi registrado como homicídio culposo e é investigado.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password