Cadela morre baleada por policial ambiental em rancho na região 

Segundo a Polícia Militar, uma sindicância será instaurada para apurar a conduta do policial. Dona da propriedade afirmou que a cachorra era do caseiro e teria avançado no policial, que atirou contra o animal. 

Nesta segunda-feira (20), uma cadela morreu depois de ser baleada por um policial ambiental em um rancho, em Nova Granada/SP. Segundo a corporação, uma sindicância vai ser instaurada para apurar os fatos. 

De acordo com a proprietária do rancho, que preferiu não se identificar, o animal pertencia ao caseiro, que mora no imóvel há anos. Nesta segunda-feira, o policial foi ao local buscar outros policiais que estavam dentro de um barco no Rio Turvo. 

“É normal eles acessarem o rancho para fiscalizar às margens do rio. Um dos soldados passou pela propriedade e a cachorra avançou nele. Em seguida, ele sacou uma arma e atirou atrás da cabeça dela”, diz a mulher à imprensa. 

Ainda segundo a dona do rancho, depois de balear o animal, o policial ambiental permaneceu no local até outra equipe da corporação chegar para apurar os fatos. Um boletim de ocorrência foi registrado por maus-tratos. 

“O superior dele chegou e conversou com todas as testemunhas. Inclusive, como o dono da cachorra que presenciou toda a cena. Ele nos orientou a comparecer na delegacia na quarta-feira (23) para pegar a via do registro policial”, afirma a proprietária. 

Em nota, a Polícia Ambiental confirmou a ocorrência, mas afirmou não ter detalhes do que realmente aconteceu e a motivação da atitude do policial. Além disso, a corporação afirmou que vai instaurar uma sindicância e que passará mais informações assim que as tiver. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

2 × 3 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password