Cadeirante aciona PM por não conseguir pegar ônibus

Na manhã de hoje (3), um cadeirante solicitou a presença da Polícia Militar de Votuporanga para fazer valer o seu direito de embarcar em um dos ônibus da Empresa Municipal de transporte Coletivo. A pessoa é portadora de necessidades especiais e ao tentar entrar no veículo, no ponto de embarque na rua São Paulo, no centro da cidade encontrou  algumas dificuldades e não contou com o apoio do motorista.

A Polícia Militar esteve no Terminal, mas não foi necessário registro de ocorrência, resultando apenas numa mediação entre os envolvidos a fim de resolver a questão. Em seu perfil em uma rede social, o cadeirante desabafou. “Hoje tive que usar de novo de forma triste o serviço da Polícia Militar, pois voltaram a fazer palhaçada. A circular estava adaptada, mas sem motorista. Fiquei lá por volta de 2 horas e nada. Quando solicitei a Polícia Militar apareceu rapidinho motorista e ônibus para e transportar”, afirmou.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password