Bullying não é legal! Tema será discutido nas escolas

A Prefeitura de Votuporanga por meio da Secretaria da Educação, Cultura e Turismo realiza às 9 horas desta terça-feira, dia 22, a entrega oficial do material educativo, “Bullying Não é Legal!”, na sede da UAB (Universidade Aberta do Brasil).

A secretária da pasta, Eliane Baltazar Godói, os Promotores da Justiça da Infância e Juventude da Comarca, José Vieira da Costa Neto e Eduardo Martins Boiati, o Dirigente Regional de Ensino da Diretoria de Ensino da Região de Votuporanga, Edélcio Roosvelt Martins e Diretores da Educação Infantil e Fundamental da Rede Municipal de Ensino deverão participar do evento.

De acordo com a diretora do departamento de Educação Básica da Secretaria da Educação, Cultura e Turismo de Votuporanga, Luzia Aparecida Zirundi Figueira, foram produzidos 10 mil exemplares da cartilha para que professores e alunos discutam e trabalhem o tema em sala de aula. “A cartilha também será levada para a casa, para que os pais possam conhecer melhor sobre esse tema tão importante nos dias de hoje”, explica Luzia.

O material foi produzido pelo Ministério Público do Estado de São Paulo com a parceria da Prefeitura de Votuporanga.

Material

Segundo os conceitos do material, escrito com uma linguagem simples, os familiares são responsáveis pelo processo de socialização da criança, de formação de valores morais e comportamentos adequados para viver em sociedade. Devem proteger a criança acompanhando o que acontece no seu dia-a-dia, supervisionando se estão em segurança.

A escola também socializa e constrói padrões de comportamento. Na escola, cujo tema ética, é assegurado pelos Parâmetros Curriculares Nacionais como conteúdo da educação básica, que crianças e adolescentes precisam construir as regras de convivência entre iguais, com seus professores e funcionários. Diretores e professores não podem ser negligentes com o assunto, simplesmente ignorando o fato.

Ao contrário, devem realizar programas ‘antibullying’ para promover uma cultura de paz. Mais que isso: é preciso promover um ambiente em que crianças, adolescentes, professores e pais possam ter espaços para aprender novas e mais eficazes formas de combate ao problema, com reuniões, estudos, formações continuadas, etc. Disque 100, para denunciar os crimes contra a criança e o adolescente.

A sede da UAB está localizada na rua Pernambuco, nº 1736, e atende pelo telefone (17) 3422-8839.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password