Brasileiro fugitivo de Prisão nos EUA causa pânico na população local

O Condado de Chester, na Pensilvânia, Estados Unidos, está vivenciando momentos de apreensão devido à fuga de um criminoso brasileiro de uma prisão local em 31 de agosto. A situação levou ao fechamento de escolas na região e de estabelecimentos importantes da cidade nos últimos dias, enquanto uma força-tarefa se empenha em localizá-lo.

Danilo Cavalcante, de 34 anos, havia sido condenado à prisão perpétua por assassinar sua ex-namorada e escapou da prisão ao escalar as paredes durante o período de recreação ao ar livre, conforme registrado em vídeo. Desde então, a polícia mobilizou centenas de agentes na tentativa de capturá-lo, porém, até o momento, sem sucesso.

Os residentes de Chester, situados a cerca de 2,4 quilômetros da prisão, estão vivendo com medo. Jennie Brown, moradora local, compartilhou suas preocupações, afirmando: “Nunca me senti com mais medo e mais segura ao mesmo tempo. É uma sensação muito estranha. Muitos vizinhos tinham um policial em sua varanda com uma metralhadora enquanto dormiam.”

De acordo com relatos, as autoridades informaram que Cavalcante está se tornando cada vez mais desesperado. Jennie Brown expressou sua certeza sobre a situação do fugitivo, dizendo: “Tenho certeza que ele está. Tenho certeza de que ele está com calor, cansado e emaciado.”

A preocupação dos moradores da região se intensificou quando a casa de Ryan Drummond, que também reside na área, foi invadida na sexta-feira (1º), provavelmente por Cavalcante. Drummond relatou o momento angustiante em que acordou com barulhos na cozinha por volta das 23h40, pegou uma foto de família emoldurada como escudo e acendeu várias vezes as luzes do corredor no andar de cima. Ele sentiu um tremendo temor quando o intruso fez o mesmo.

O esforço para capturar o fugitivo envolve uma força-tarefa composta por agentes da Swat (Unidade de Armas e Táticas Especiais), FBI (Departamento Federal de Investigação) e PSP (Polícia do Estado da Pensilvânia).

Danilo Cavalcante foi condenado à prisão perpétua pelo assassinato de sua ex-namorada, Débora Evangelista Brandão, na cidade de Phoenixville em abril de 2021. A vítima, de 34 anos, foi brutalmente assassinada a facadas.

Segundo o Ministério Público do Condado de Chester, Danilo é considerado “extremamente perigoso”. A tragédia envolvendo Débora Brandão teve como pano de fundo uma história de ameaças desde 2020, quando ela descobriu que Cavalcante era procurado pela polícia do Tocantins por ser o principal suspeito pelo assassinato de um homem em 2017. O motivo do assassinato de Débora foi a ameaça de expor Danilo às autoridades policiais devido ao mandado de prisão em aberto no Brasil.

Cavalcante fugiu para Porto Rico em 2017 e, posteriormente, entrou ilegalmente nos Estados Unidos. Ele foi preso duas horas após o assassinato de Débora, em abril do ano passado, e condenado pelo crime em 16 de agosto.

 

Com informações de G1.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password

Você não pode copiar o conteúdo desta página