Bombeiros realizam exercícios de salvamento em Cardoso

Militares do Corpo de Bombeiros de todo Estado, que estão participando de atividades de mergulhos em Votuporanga, realizaram na manhã de ontem treinamento de salvamento com apoio do helicóptero Águia, da Polícia Militar.

 

Na primeira etapa do curso, todos os exercícios foram feitos em piscinas e em águas confinadas. A cada dia, o nível de dificuldade é elevado. Adaptados aos equipamentos e procedimentos, as técnicas passaram a ser aplicadas em águas abertas. 
De acordo com tenente do Corpo de Bombeiros de Votuporanga, Alex Brito, vários procedimentos são executados. “Além de pesquisa de busca de cadáver, também realizamos exercícios de travessia com bússolas debaixo d’água e conduções de embarcações. E hoje (ontem) realizamos treinamento com apoio do helicóptero Águia”.

Simulação
Os exercícios de ontem foram realizados em Cardoso, no hotel Fazenda Foz do Marinheiro. Dois mergulhadores embarcavam na aeronave que se deslocava até o local, onde a suposta vítima aguardava socorro. Em seguida, o helicóptero pairava a uma altura de pouco mais de dois metros e os dois militares saltavam. 
“Neste exercício, os mergulhadores saltavam no rio apenas com nadadeiras e máscaras, não é empregado cilindro de ar. Esta é uma técnica emergencial. Com o apoio da aeronave, o deslocamento é mais rápido. Assim, eles prestam socorro a vítima, até a chegada das guarnições por terra” disse Brito.

O curso
Segundo o tenente Brito, o treinamento visa formar mergulhadores aptos para salvamento e buscas. “As atividades deixaram o bombeiro preparado para salvamento de pessoas afogadas e também pesquisa de cadáver”.
Diferente do mergulho esportivo, onde o aluno tem instrução e horas depois está realizando mergulho, o curso do Corpo de Bombeiros são 45 de treinamento intensivo. 
“Atividade que praticamos é de alto risco. Mergulhador, muitas vezes, está debaixo d’água sem visibilidade nenhuma, pois, em muitos rios, a água é bastante turva.  Então existe o risco do militar ficar preso em árvores ou até em redes de pescas quando está submerso” concluiu. Alex Pelicer

alex@acidadevotuporanga.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password