Bombeiro Sangue Bom: Otto Trigueiro e seus 20 anos dedicados à profissão

Vinte anos de dedicação com a cidade Após tantos anos trabalhando e salvando vidas, Otto Trigueiro deixará saudades entre os companheiros e muita gratidão daqueles que por ele já foram socorridos.
Em breve a população votuporanguense deixará de contar com o apoio e socorro imediatos, do bombeiro Otto Trigueiro.
O bombeiro, de 47 anos, dedicou 20 deles servindo a corporação e ajudando a controlar e apagar incêndios, resgatando vítimas de acidentes e tudo mais o que fosse preciso para ajudar a quem necessitasse de socorro. Otto conta sua trajetória desde que mudou-se de São Paulo para Votuporanga.
“Cheguei em Votuporanga em março de 1992 e fiz muitas amizades, todas baseadas em respeito ao ser humano, independente de sobrenome, classe social. Uma coisa muito importante para mim é o fato de não existir cor, somos todos iguais, somos todos de carne e osso”, explica  O veterano relembra que sempre quis servir como Bombeiro, prova disto, foi que ao prestar o concurso para Polícia Militar, já havia direcionado ao Corpo de Bombeiros.
Enquanto aguardava o resultado da prova, trabalhou quatro meses na antiga AB Pereira e, em novembro de 92, ingressou na corporação. Foram quase 20 anos de respeito ao próximo. “Não consegui agradar todo mundo, mas fiz muitos, mas muitos amigos mesmo. Não fui o melhor bombeiro, mas sempre em minhas ocorrências, procurei amenizar a dor e o sofrimento alheio, que é a minha função.”, frisa.
Quanto à transferência para Fernandópolis por motivos burocráticos para que a aposentadoria aconteça de forma tranqüila, Trigueiro fala de sua preferência. “A transferência no final da carreira me pegou de surpresa, mas é uma etapa que tenho que cumprir e posso dizer que já me adaptei no novo ambiente”, conta. O bombeiro fala do carinho e apego que tem para com Votuporanga durante todos estes anos de trabalho. “Se eu tenho que falar alguma coisa de Votuporanga, é que nunca mais sairei daqui.
A cidade me acolheu de uma maneira que nem sei mais como é morar em São Paulo, me considero um Votuporanguense e tudo que tenho devo a essa cidade e ao Corpo de Bombeiros”, agradece. Para finalizar, Trigueiro faz um balanço do tempo de serviço prestado em Votuporanga antes da tão aguardada e ao mesmo tempo, inevitável aposentadoria, que deverá acontecer a partir de 2013. “Me aposento feliz porque construí uma vida com amizades e principalmente respeito. Todos de maneira geral foram muito bons pra mim e só tenho a agradecer aos companheiros, imprensa, amigos e família. Muito obrigado de coração. Amo Votuporanga”, finaliza.Sargento PM SANTORO: Uma pessoa real, trabalha muito bem, todos que estão próximos a ele se divertem muito. O Otto é sincero, amigo e ótimo profissional, tenho orgulho de dizer que conquistei um grande amigo.Cabo PM TEIXEIRA: TRIGUEIRO é um excelente profissional, com muitas qualidades, amigo, companheiro, que sempre foi motivo de elogios devido suas condutas relevantes, prezando em primeiro lugar pela amizade que conquistou com seus longos anos de trabalho. Que Deus continue guiando e iluminando seus caminhos.Soldado PM ANA MARIA: O Trigueiro é uma pessoa agradável e de fácil relacionamento, um profissional detalhista e muito técnico, deixa claro que adora o que faz.

Cabo PM BELUCCI: O Otto foi sempre uma pessoa alegre com facilidade de expressão, de comunicação e sempre companheiro e amigo. Hoje, próximo da aposentadoria espero que Deus continue iluminando e protegendo sua vida e de sua família; E-Mail Responsável: redacao@diariodevotuporanga.com.br – Luciana Tambuque – Diário de Votuporanga

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password