Bebês nascem com microcefalia em Rio Preto

A Santa Casa de Rio Preto vai investigar três casos de microcefalia para saber se eles estão associados ao zika vírus. Um dos bebês nasceu neste domingo com a cabeça medindo 31,5 centímetros de circunferência, meio centímetro a menos do que é estabelecido pelo Ministério Saúde como normal. O outro bebê, nasceu na última sexta-feira, dia 25. O terceiro, deve nascer nesta terça-feira.

Exames de sangue feitos a partir da placenta e do cordão umbilical devem mostrar se os bebês nasceram infectados com o zika, vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti e que está associado a uma epidemia de microcefalia no Nordeste do país. Dados do Ministério da Saúde montram que já são 2.782 casos de microcefalia. No ano passado foram 147.

O bebê que nasceu neste domingo em Rio Preto passa bem e deve ter alta nesta semana. Ele é o sexto filho de uma mulher de 35 anos, moradora de Rio Preto e usuária do Sistema Único de Saúde (SUS).  A Santa Casa de Rio Preto não forneceu informações sobre o bebê nascido na sexta-feira.

Com esses dois casos, a região passa a ter três bebês nascidos com a doença neste ano. No dia 4 deste mês, um menino nasceu na Santa Casa de Olímpia com a cabeça medindo 28 centímetros de circunferência. Ele chegou a precisar de cuidados especiais, mas teve alta e passa bem. A Secretaria Municipal de Olímpia ainda aguarda resultado de exames.

Já a Secretaria de Saúde de Rio Preto informa que notificou nesta segunda-feira, dia 28, o Ministério da Saúde, dois casos de bebês que nasceram com microcefalia. A pasta afirma que ainda não foi notificada do terceiro caso. Elton Rodrigues/Diário da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password