Bebê de Ilha Solteira, SP, agredido pelo pai pode ir para abrigo

MP encaminhou documento pedindo envio de criança a abrigo à Promotoria. Ele permanece internado na Santa Casa de Araçatuba; estado é estável.

A família do bebê de oito meses agredido pelo pai em Ilha Solteira (SP) pode perder a guarda da criança. O Ministério Público encaminhou nesta quinta-feira (21) documento pedindo que o menino seja encaminhado para um abrigo. A Promotoria da Infância e da Juventude quer que o bebê fique aos cuidados da Justiça.

O bebê continua internado na Santa Casa de Araçatuba (SP), mas já saiu da UTI Neonatal e se recupera na pediatria do hospital. Segundo a assessoria de imprensa do hospital, o estado de saúde é estável.

Entenda o caso
Segundo a polícia, o bebê foi levado para o hospital de Ilha Solteira pelos pais no começo da semana. Os funcionários suspeitaram e chamaram a polícia. A criança precisou ser transferida para Araçatuba (SP) por causa da gravidade dos ferimentos.

Em depoimento à polícia, o pai confirmou que batia na criança. A Justiça decretou na quarta-feira (13) a prisão preventiva dele. O homem está na cadeia de Pereira Barreto (SP) e deverá permanecer preso até o dia do julgamento.

Ainda conforme o delegado, a mãe da criança, de 15 anos, disse para a polícia que viu o marido agredir o menino outras vezes, mas não chegou a denunciá-lo por medo. G1

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password