Bebê de 335 g e 24 cm nasce em Santa Casa da região

Uma menina que nasceu pesando apenas 335 gramas e 24 centímetros quebrou a barreira das primeiras 48 horas de vida na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) neonatal da Santa Casa de Araçatuba.

 

Ela veio ao mundo na última terça-feira e resiste bem, segundo médicos.

 

O bebê é o menor já internado no hospital e, ao sobreviver, também poderá ser o menor microprematuro do País.

O recorde anterior pertence a um outra menina de 360 gramas e 27 centímetros, que nasceu com 25 semanas de gestação, em Belo Horizonte (MG).

 

De acordo com pediatra intensivista responsável pela UTI Neonatal, Carlos Augusto Amaral Neife, não há como estimar quanto tempo a criança terá de ficar internada. A menina, que recebeu o nome de Alana Vitória, respira com a ajuda de aparelhos e tem suas funções vitais monitoradas durante todo o tempo.

 

“A medicina agora terá de fazer o papel que seria da mãe, ajudar essa criança a terminar de se desenvolver, apesar de os órgãos estarem todos formados”, disse o médico.

Neife falou que uma das condições que a bebê tem a seu favor é o tempo que permaneceu dentro do útero, aproximadamente 28 semanas, o que equivale a cerca de seis meses e meio de gestação.
“No entanto, temos o baixo peso como fator preocupante, porque um bebê com esse tempo de gestação deveria pesar entre 700 gramas e um quilo.” Dentro do útero, segundo o pediatra, a criança, a partir do sexto mês de gestação, ganha em média 20 gramas por semana. No caso dos prematuros, não há como estabelecer uma curva de desenvolvimento. “Aqui fora tudo depende das intercorrências pelas quais esses bebês passam.” Folha da Região

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password