Atlético-MG é melhor, mas não sai do zero com o Corinthians em Minas

O duelo entre Corinthians e Atlético-MG marcou o encontro dos dois últimos “donos da América”. Entretanto, o 0 a 0 na tarde deste domingo, no Independência, entre os campeões das Libertadores de 2012 e 2013, nem de longe foi à altura das atuações épicas que marcaram os títulos do torneio continental. Com a igualdade no placar, o Alvinegro Paulista chegou a seis empates sem gols no Brasileirão e é o clube que mais empatou na competição, com 11.

Melhor em campo, o Galo pressionou durante quase todo o jogo, mas não foi capaz de arrancar mais pontos sob seus domínios. Agora, os mineiros somam 39, quatro a menos que o quarto colocado Botafogo. Já o time do técnico Tite fica com 35 pontos na tabela, distante ainda da zona de classificação à próxima Libertadores.

O jogo

Mesmo com o desfalque de dez jogadores, o Galo não abdicou de seu estilo de jogo e a pressão no campo de defesa do adversário. Aliada à velocidade de seus homens de frente para atacar, essas continuam sendo as principais características do time. Com Luan e Fernandinho abertos e acompanhando os laterais corintianos, a equipe do técnico Cuca evitava que Alessandro e, principalmente, Edenilson tivessem liberdade na saída de bola do Timão, diminuindo as possibilidades de passe dos visitantes.

Na mesma linha de Luan e Fernandinho, Diego Tardelli assumia a função de organizador na faixa central. Com constante movimentação, se apresentava para tabelar tanto nas jogadas pela esquerda como pela direita. Pouco antes dos 20 minutos, os pontas do Galo trocaram de lado. Contudo, apesar da posse de bola ficar na maioria do tempo com os donos da casa, quem assustou primeiro foi o Corinthians, após Romarinho cabecear no travessão.

Sem conseguir trocar mais que três passes seguidos, os paulistas passaram a forçar a bola longa, para que Guerrero ou Romarinho recebecessem em profundidade – já que Ibson, aberto pela esquerda e mais lento que a dupla, pouco participou. Porém, sem que os companheiros se aproximassem para ajudar nas ações ofensivas, as jogadas do Timão não progrediam e a bola voltava aos pés dos atleticanos.  Antes do fim do primeiro tempo, Tardelli também assustou Cássio com forte finalização de fora da área, acertando a trave direita do camisa 1 alvinegro.

Romarinho tenta dominar a bola no Independência (FOTO: Ramon Bitencourt/ LANCE!Press)

Na volta do intervalo, o Atlético-MG parece ter puxado um pouco o freio de mão e não retornou com o mesmo ímpeto dos primeiros 45 minutos. Assim com na etapa inicial, quem teve a melhor chance primeiro foi o Corinthians. Guilherme enfiou boa bola por trás da defesa, Ibson bateu cruzado e Giovanni defendeu em dois tempos.

Descontente com a falta de criatividade e a pressão atleticana, que era menor, Tite chamou Danilo para o lugar de Douglas na tentativa de fazer com que o Timão prendesse mais a bola no campo de ataque e tivesse mais tranquilidade para armar e chegar ao gol do Galo. No lado dos donos da casa, Cuca mandou a campo Leandro Donizete e Neto Berola nas vagas de Josué e Alecsandro, respectivamente.

Mais veloz que o centroavante, Berola participou bem logo em seu primeiro toque na bola, colocando Tardelli na cara do gol. O camisa 9, porém, parou nos pés de Cássio, que fez grande defesa para evitar o 1 a 0 no placar. Os paulistas, que não eram capazes de manter a posse na frente, voltaram a sofrer pressão dos mineiros. Mas o duelo entre os dois últimos campeões da Libertadores ficou no 0 a 0, resultado aquém daqueles conquistados por ambos em suas épicas conquistas do torneio continental.

Próximos compromissos

Na próxima rodada, o Atlético-MG irá a Campinas enfrentar a Ponte Preta, vice-lanterna da competição, às 21h, quarta-feira, no Moisés Lucarelli. Já o Corinthians recebe outro Atlético, desta vez o paranaense. O confronto está marcado para às 21h50, também na quarta, no Romildão, em Mogi Mirim – o Timão foi punido com quatro mandos de jogo e por isso não jogará no Pacaembu.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 0 X 0 CORINTHIANS

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)
Data/Hora: 6/10/2013 – 16h
Juiz: Jailson Macedo Freitas (BA)
Auxiliar: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Fábio Pereira (TO)
Renda e Público: Ainda não divulgados
Cartões amarelos: Alessandro, Guerrero e Paulo André (COR); Lucas Cândido, Leonardo Silva e Diego Tardelli (CAM)
Cartões vermelhos: Não houve

ATLÉTICO-MG: Giovanni; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Emerson e Lucas Cândido; Pierre e Josué (Leandro Donizete, 32’/2ºT); Luan, Diego Tardelli, Fernandinho (Danielzinho, 37’/2ºT) e Alecsandro (Neto Berola, 32’/2ºT). Técnico: Cuca.

CORINTHIANS: Cássio; Edenilson, Gil, Paulo André e Alessandro; Ralf e Guilherme; Romarinho, Douglas (Danilo, 26’/2ºT) e Ibson; Guerrero (Rodriguinho, 38’/2ºT). Técnico: Tite.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password