Atividades Contra o Aedes são promovidas por toda cidade

Secretaria da Saúde promove ações em escolas, instituições, em praças e nos bairros; palestras, gincanas, panfletagem educativa e orientações estão sendo intensificadas.

A Secretaria Municipal da Saúde por meio do Setor de Controle de Endemias e Zoonoses (Secez), realiza em parceria com o Governo do Estado da Saúde, a Semana de Mobilização Contra o Aedes Aegypti. Em Votuporanga estão sendo realizadas diversas atividades educativas e de orientação, que serão estendidas até o início do próximo mês em escolas, instituições, em praças, entre outros locais, inclusive aos sábados. As ações têm como intuito reforçar os riscos das doenças causadas pelo Aedes Aegypti, e a prevenção e o combate ao mosquito.

Além da intensificação das visitas domiciliares e mutirões em alguns pontos, realizados na rotina dos agentes comunitários e de saúde, de acordo com Patrícia Amâncio, educadora em saúde do Secez, estão sendo ministradas palestras e orientações, panfletagem educativa, apresentação teatral lúdica para crianças, sorteios, distribuição de brindes, gincanas e brincadeiras. “O combate ao Aedes Aegypti é um dever de todo cidadão, e ajudar a incutir a prevenção do vetor na rotina das crianças, assim como das famílias, de forma geral, é o que busca incessantemente o poder público. Nosso papel é desempenhado com afinco, por isso, contamos com a adesão de toda a sociedade em mais este projeto”.

Os últimos meses do ano são mais favoráveis ao surgimento do mosquito, em decorrência das chuvas constantes e do clima quente e úmido. A incidência de larvas do mosquito transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela ficou acima do aceitável, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). O município apresentou uma densidade larvária, ou índice de Bretau, de 2.4.

“É fundamental sensibilizar a população sobre a importância de manter o quintal e terrenos sempre limpos, recolhendo os criadouros que acumulem água. Uma atitude simples, para evitar a proliferação do mosquito da dengue, e que salva vidas”, destacou Nilton Santiago, biólogo e coordenador do Secez.

Em 2018 foram registrados 209 casos positivos de dengue, um caso importado de zika vírus, dois casos positivos de Chikungunya e nenhum registro de febre amarela.

 

Programação

Sexta-feira (30/11)

Local: Cras Leste (Centro de Referência em Assistência Social)

Horário: 8h30

Ação: palestras, panfletagem, dinâmicas e gincanas, com adolescentes atendidos pelo serviço.

 

Sexta-feira (30/11)

Local: Centro Comunitário de Simonsen

Horário: 14h

Ação: palestras, panfletagem, orientações e sorteio de brindes, com a participação de 25 idosos do Distrito.

 

Sábado (01/12)

Local: Diversos bairros

Horário: das 7h às 13h

Ação: Mutirão com Agentes Comunitários e de Vetores nas áreas com alto índice de infestação larvária do Aedes.

 

Sábado (01/12)

Local: Praça Helena Maria Arena dos Santos – no bairro São Cosme (Ação Comunitária Cras)

Horário: das 14h às 18h

Ação: Brincadeiras relacionadas ao tema entre as famílias atendidas pelos Cras, distribuição de pipoca, orientações de prevenção ao Aedes, entre outros.

 

Quarta-feira (04/12) 

Local: E. E “Prof.ª Juraci Lima Lupo”

Horário: das 13h às 14h20

Local: E. E “Prof.ª Juraci Lima Lupo”

Ação: Caixa surpresa com apresentação lúdica sobre o Aedes, dinâmicas, sorteio de canetas e pipocas.

 

Quinta – feira (05/12)

Local: E. E “Prof.ª Juraci Lima Lupo”

Horário: às 14h20

Ação: Caixa surpresa com apresentação lúdica sobre o Aedes, dinâmicas, sorteio de canetas e pipocas.

 

*Aos sábados haverá diversas ações nos bairros voltadas ao Aedes. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

dezoito − 2 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password