Atividade Delegada deve começar em setembro

Está em apreciação pela Câmara Municipal o projeto de lei que dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$87.000,00 para o pagamento de serviços dos policiais que irão atuar no Atividade Delega, que deve começar em setembro. De acordo com o vereador Eliezer Casali, presidente da Casa de Leis, este projeto de lei deve entrar em votação na próxima sessão legislativa, de segunda-feira (29).

Segundo o secretário de Trânsito, Transporte e Segurança, Rolandinho Nogueira, esta fase de aprovação de crédito por parte da Câmara Municipal faz parte do processo normal para o início da Atividade Delegada no Município, já autorizada por meio de convênio entre Prefeitura e Governo do Estado de São Paulo.
Na Atividade Delegada, os policiais militares poderão desempenhar suas funções nos dias de folga, garantindo mais segurança para a população, principalmente em áreas públicas, escolas e no período noturno. O serviço de Segurança Pública é função do Governo do Estado, a implantação da Atividade Delegada será um complemento deste serviço.
“Com a aprovação da Câmara Municipal, os documentos seguem para o Comando Geral da Polícia Militar e a Secretaria Estadual de Segurança Pública. Estamos correndo para que até o final de agosto esteja tudo certo para iniciarmos os trabalhos. Nosso intuito é antecipar o máximo possível”, contou Rolandinho.
O secretário disse ainda que visitou Mogi das Cruzes, a primeira cidade a implantar o projeto, onde os resultados foram positivos.
“O Atividade Delegada aumenta o efetivo militar na rua e garante mais segurança para a população. Estes profissionais também serão utilizados posteriormente no serviço de monitoramento eletrônico da cidade”, comentou o secretário.
O presidente da Câmara Municipal, Eliezer Casali, disse que as expectativas são grandes para o início deste serviço em Votuporanga. “Estamos ansiosos. Não temos aumento de efetivo da Polícia Militar desde o ano de 1.988. Esta implantação vai minimizar esta falta, mesmo que os policias sejam responsáveis apenas por cuidar do patrimônio público, porque, de certa forma, coibi a violência”. (Leidiane Sabino/A Cidade)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password