Assassinato de garota completa um ano e acusado continua foragido

Um ano após o assassinato da adolescente Danielle Laresse Sanches, o principal suspeito do crime, o ex-namorado da vítima, Ronaldo Adriano Raimundo da Silva, hoje com 24 anos, permanece foragido.

Danielle foi morta a facadas, aos 17 anos, no dia 10 de outubro de 2013, no bairro Elias Steffan, também conhecido como Araçatuba G, periferia da cidade. Uma semana após o crime, a Justiça decretou a prisão do suspeito, que ainda não foi encontrado.

Segundo o que a reportagem apurou, Ronaldo Adriano teria deixado Araçatuba após o crime. Como ele tem parentes em Alagoas, uma das hipóteses é que o acusado esteja escondido naquele Estado.

No entanto, até o momento, não há informações concretas sobre o paradeiro do suspeito.

Danielle teve a vida interrompida ao ser esfaqueada no pescoço. O crime ocorreu no quintal de uma casa na rua Célia Regina dos Santos.

A moça chegou a ser socorrida, mas não resistiu. De acordo com o que a polícia apurou, o acusado do crime não teria se conformado com o fim do relacionamento. Quatro dias antes de ser morta, Danielle havia voltado para a casa da mãe, o que reforça a tese de crime passional.

Desde o dia do homicídio, Ronaldo Adriano Raimundo da Silva não teria sido mais visto em Araçatuba.

DENÚNCIA

Quem tiver alguma informação sobre o acusado do crime, pode entrar em contato com a polícia por meio dos telefones 190 e 197. A ligação é gratuita e o denunciante não precisa se identificar.

Existe também a possibilidade de denúncias por meio da Internet. Para isto, basta CLICAR AQUI. As informações serão repassadas às autoridades e os dados serão mantidos em sigilo. AtaNews

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password