Árbitro relata invasão e tentativa de agressão contra CAV

O árbitro Lucenilton Souza Ferreira comandou a partida de sábado, às 20h, no estádio Doutor Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte, que terminou em confusão depois da vitória do Novorizontino sobre a Votuporanguense por 2 a 1. Na súmula, ele relatou invasão e tentativa de agressões no final do jogo.

Lucenilton Souza Ferreira, aos 86 minutos da partida, expulsou o treinador do CAV (Clube Atlético Votuporanguense), Ricardo Pinto. “Após ter sido advertido pelo quarto árbitro, Thiago de Lucca Pacheco, o mesmo continuou reclamando e proferindo as seguintes palavras: “você não serve pra p… nenhuma, vai se f….”, relatou o árbitro.
Lucenilton explicou que, após a expulsão, Ricardo Pinto se recusou a sair de campo, sendo necessário a intervenção policial. O jogo foi paralisado aos 86 minutos para retirada de Ricardo, sendo reiniciada aos 89 minutos.
Marcelo Stringari, presidente do CAV, explicou que Ricardo Pinto estava sendo importunado por um dos gandulas e pediu a sua retirada do campo, mas não foi atendido. “Ao invés de entender o nosso treinador, o árbitro o expulsou”, falou.
Na súmula, o árbitro alegou que, “ao término da partida, o técnico do Clube Atlético Votuporanguense, bem como a comissão técnica, representada pelos senhores Marcelo Henrique Dias Silva, Gustavo Mendes Shiroma, Virgilio Severo Junior, jogadores titulares e reservas e torcedores invadiram o campo em direção ao quarteto de arbitragem, agredindo com empurrões, tentativas de socos, tapas, cusparadas e proferindo palavras ofensivas, sendo os mesmos contido pelo policiamento”.
Marcelo Stringari disse que o CAV vai contestar a decisão da arbitragem e pedir a anulação da expulsão do treinador. “Não houve agressão, na própria súmula, o árbitro fala de tentativas. Na verdade, revoltada com o resultado, a comissão técnica quis entender o ocorrido, só isso”. 
Sobre rumores da saída de Ricardo Pinto do CAV, Marcelo disse que não há essa possibilidade. “Ele treinou o clube normalmente e estará conosco na partida de quarta-feira. O árbitro deu três minutos de acréscimo e o time adversário fez o gol aos 51 minutos do segundo tempo, isso é inaceitável”. Agora, o CAV precisa vencer três das cinco partidas que disputará.

O jogo
Grêmio Novorizontino e Votuporanguense se enfrentaram no sábado, dia 22, no estádio Dr. Jorge Ismael de Biasi, em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Paulista da Série A3 e o time de Novo Horizonte venceu de virada pelo placar de 2 a 1.
Com 26 pontos, o Novorizontino está em terceiro lugar da Série A3. A Votuporanguense segue com 19 e na nona posição. O CAV foi ao ataque e não se intimidou pelo fato de jogar fora de casa. Aos 18 minutos, Marcão colocou o time visitante na frente do placar em Novo Horizonte.
No segundo tempo, o Novorizontino procurava mais o ataque, mantendo a postura ofensiva e brigando contra a marcação do Votuporanguense.
Guilherme marcou o gol de empate dos donos da casa aos 35 minutos. No restante do jogo a pressão do Grêmio Novorizontino se intensificou e nos acréscimos, os donos da casa conseguiram a vitória, com o gol de Pereira.
Agora, para melhorar de posição no campeonato, o CAV precisa vencer o jogo de quarta-feira, em casa, às 20h, contra a Francana. Leidiane Sabino/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password