Araçatuba registra mais de 170 acidentes com escorpião este ano

Agentes do Centro de Controle de Zoonoses estão passando de casa em casa orientando os moradores no combate ao animal.

Araçatuba/SP registra neste começo de ano mais de 170 acidentes com escorpiões. O número é considerado alto pelas autoridades de saúde e os agentes do Centro de Controle de Zoonoses estão passando de casa em casa orientando os moradores no combate ao bicho.

A artesã Nelsa Maria de Souza Oliveira foi uma das vítimas do escorpião neste ano. Na casa dela, as agentes de combate a endemias encontraram o animal. Ela não ficou surpresa porque não é a primeira vez que ela vê os bichos na casa dela.

“A picada dói, adormece o pé, a perna, não sente mais nada, não consegue andar e vai inchando”, afirma a artesã.

A moradora aprendeu na visita que precisa se atentar aos ralos da casa: tapar ou colocar tela para que o bicho não passe pelo local.

Ela também recebeu orientação sobre os materiais de construção que guarda no quintal. Esse tipo de material deve ficar afastado da parede e movido de lugar de tempos em tempos porque são locais perfeitos para os escorpiões.

“Esse material é preciso fazer o manejo e as madeiras precisam elevar do chão e ficar atento em todo material”, diz a supervisora do CCZ de Araçatuba, Janaína Teixeira.

Segundo os especialistas, é nessa época em que as chuvas são bem frequentes que os escorpiões costumam entrar mais nas casas em busca de abrigo e de alimento.

A Mariana Tavares, de oito anos, também foi picada por um escorpião há poucos dias. O bicho estava dentro do tênis dela, que a mãe tinha lavado um dia antes da volta às aulas.

“A escola me ligou dizendo que ela foi picada por um escorpião. A escola explicou que estava dentro do tênis, então é preciso sempre ficar atento”, afirma a mãe, Rose Tavares.

FONTE: Informações | g1.globo.com

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password