Após repercussão: Justiça manda apreender menor suspeito de planejar massacre em escola, em Santa Fé do Sul 

Jovem foi apreendido pela Polícia Militar e ficará internado por tempo indeterminado, a pedido da Vara da Infância e Juventude.

Na tarde desta quarta-feira (11), o suspeito de ameaçar de promover um ato de terror em uma escola pública de Santa Fé do Sul/SP, foi apreendido pela Polícia Militar, após determinação fundamentada no pedido da Vara da Infância e Juventude daquela Comarca. 

O caso veio à público nesta manhã, após a veiculação de um áudio de uma suposta professora da Escola Municipal Agnes Rondon Ribeiro, demonstrando enorme preocupação diante das frequentes denúncias de que o ex-aluno planejava cometer um massacre, tal qual ocorreu na cidade de Suzano/SP, no ano passado, matando sete pessoas e deixando feridos. 

Em primeira nota enviada pela prefeitura de Santa Fé do Sul ao Votunews, informava que a Secretaria Municipal de Educação da Estancia Turística de Santa Fé do Sul esclarece que em janeiro deste ano, antes do início das aulas, tomou ciência do possível caso de ameaça de um aluno da Rede Municipal a colegas de Escola.   

Assim que a Escola foi informada por pais de alunos, a Secretaria de Educação, de Saúde e Departamento Jurídico da Administração Municipal, acompanhado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, pela Rede Municipal de Proteção aos Direitos da Criança e do Adolescente e pelo Conselho Tutelar, tomaram todas as providências.  

O caso foi encaminhado à Polícia Civil e, posteriormente, ao Ministério Público, que pediu “a proibição de acesso, frequência e aproximação a qualquer estabelecimento escolar”. O pedido da Promotoria foi negado pela Justiça.  

Assim, o aluno recebeu atendimento psiquiátrico pela Secretaria de Saúde, sendo afastado para tratamento médico por dois meses. O infante e sua família são acompanhados semanalmente por toda a Rede Municipal.  

Esclarecemos que o menor não tem frequentado qualquer unidade de Ensino Municipal de Santa Fé do Sul. A responsável pelo mesmo procurou a Escola no início de fevereiro solicitando a transferência para outro município. Sendo assim, a Secretaria de Educação tranquiliza os pais e informa que manterá suas atividades escolares normalmente. Santa Fé do Sul.” 

Horas mais tarde, uma segunda nota enviada pela prefeitura, informou que “a Justiça apreendeu o infante e decidiu pela a internação por tempo indeterminado do menor, que vinha sendo acompanhado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, pela Rede Municipal de Proteção aos Direitos da Criança e do Adolescente e pelo Conselho Tutelar, devido possível ameaça à amigos de Escola.” 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password