Após choro, Valdivia vê derrota e não deve jogar domingo

Dono do maior salário do elenco, Valdivia comprou um camarote no Allianz Parque e foi de lá que o chileno assistiu, ao lado de sua esposa e seus filhos, a derrota do Palmeiras na reinauguração do estádio, nesta quarta-feira, para o Sport. Com um edema na coxa esquerda, o meia chorou, segundo o médico Rubens Sampaio, ao ser informado que não jogaria. E também deve ser desfalque no domingo, contra o Coritiba, no Paraná.

Veja os gols de Palmeiras 0 x 2 Sport pelo BrasileiroClique no link para iniciar o vídeo

Veja os gols de Palmeiras 0 x 2 Sport pelo Brasileiro

“Ele ficou muito chateado, chorou bastante por não poder participar do jogo. Estava bastante decepcionado em função das circunstâncias e da importância do jogo para o Palmeiras e para ele”, relatou o médico. Nenhum profissional do clube admite publicamente, mas já há quem descarte sua presença no Couto Pereira.

Valdivia se recusou a dar entrevistas ao sair do camarote. Deixou o local cercado por quatro seguranças e foi abordado por um torcedor. “Valdivia, você tem que jogar. Volta, porque sem você não dá”, falou o fã. O chileno não respondeu e deixou o estádio sem passar pelos vestiários para conversar com quem entrou em campo – falou com eles na concentração, antes da partida.

Valdivia corre risco de não jogar mais no Campeonato Brasileiro

Foto: Friedemann Vogel / Getty Images

A pancada na região abdominal sofrida durante o amistoso entre Chile e Venezuela, na sexta-feira, não o comprometeu. “Ele teve outra pancada no quadril, mas isso não seria problema. A decisão de poupá-lo foi em função da coxa. Era uma questão de preservá-lo, não correr o risco de perdê-lo para o resto do campeonato. É uma decisão conjunta não correr esse risco”, disse Rubens Sampaio.

A Dorival Júnior resta lamentar. O técnico insistiu em Felipe Menezes e viu o meia ser intensamente vaiado ao ser substituído aos 12min do segundo tempo nesta quarta-feira. “Se eu o colocasse em campo, o perderia para esta partida e para os jogos seguintes”, explicou o treinador.

Ira: palmeirenses chutam portão e atiram garrafa em estádio

“Com o Valdivia, a equipe do Palmeiras é outra. Essa é a realidade e temos que entender. É um craque e todo craque faz a diferença. Temos um grande jogador e que faz muita falta quando não joga. Se infelizmente não acontecer para o jogo seguinte… Naturalmente gostaria de ter um jogador desse quilate sempre. Sem ele temos uma caída brusca. Temos que encontrar um caminho sem o Valdivia”, afirmou Dorival.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password