Andrés Sanchez rejeita Pep Guardiola na seleção brasileira: ‘Ridículo’

Com a saída de Mano Menezes do comando da  seleção brasileira, vários nomes são especulados para assumir a equipe nacional. Até mesmo Pep Guardiola, ex-treinador do Barcelona, é citado por muitos meios de comunicação. No entanto, se depender do diretor de seleções da CBF, Andrés Sanchez, o espanhol não tem espaço na seleção do Brasil.
“Posso até ser voto vencido, mas no Brasil nós temos  grandes treinadores. É ridículo precisar de um nome estrangeiro, seja quem for”, afirmou Andrés Sanchez, em entrevista ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta. “E o Guardiola não conseguiria trazer o Iniesta, o Messi…”, prosseguiu.
O dirigente acredita que, para um treinador estrangeiro assumir a seleção, ele precisa passar por um ‘período de experiência’ no futebol  nacional.
“Em time sim, sou a favor de treinador estrangeiro. Depois de dois, três anos no futebol brasileiro, podemos pensar (em chegar à seleção). O Guardiola é um grande treinador, só acho que não é o momento de treinar a seleção. Teria que trabalhar aqui antes em um clube”, disse.
Questionado sobre quais treinadores no Brasil seriam melhores do  que Pep Guardiola, Andrés Sanchez respondeu sem titubear: ‘Todos!’.
A CBF vai anunciar o novo treinador da seleção brasileira apenas em janeiro do ano que vem. Muricy Ramalho, Tite e Luiz Felipe Scolari são nomes fortes para assumir o cargo.

Neste domingo, Scolari garantiu que não foi procurado pela Confederação Brasileira de Futebol

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password