AMOP faz pauta de reivindicações durante audiência para discussão do Orçamento Estadual para 2019

Presidente da entidade sugeriu a instalação de postos de fiscalização, melhorias em rodovias, extensão de linha de gasoduto e implantação de fábrica de medicamentos para atender os municípios da região.

 

A Associação dos Municípios do Oeste Paulista (AMOP), por meio do seu presidente Liberato Caldeira, ex-prefeito de Valentim Gentil, participou da audiência pública realizada pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP), na última sexta-feira, 08/06, na Câmara Municipal de Fernandópolis, para discutir o Orçamento Estadual para o exercício de 2019.

Na oportunidade, Liberato Caldeira fez uso da tribuna para formalizar várias reivindicações que ele julga importantes para o progresso e desenvolvimento econômico da região, considerando a capacidade de investimento do Estado de São Paulo, que possui o maior orçamento entre todos os estados do país.

O presidente da AMOP sugeriu a instalação de postos de fiscalização, com balanças e base da Polícia Rodoviária, nas divisas entre Rubineia (SP) e Aparecida do Taboado (MS); e entre Ouroeste (SP) e Iturama (MG), visando a coibir a entrada de animais ou de produtos agrícolas contaminados em nossa região.

Cobrou também a inclusão de recursos no Orçamento de 2019 para execução de terceira faixa e recapeamento asfáltico nas rodovias SP-543 (Percy Waldir Semeghini), entre Fernandópolis e a ponte da usina de Água Vermelha; e SP-527, no trecho entre o Recinto de Exposição de Fernandópolis e Mira Estrela.

O líder municipalista ainda reivindicou o prolongamento da linha de gasoduto parada em Araraquara e a implantação de uma fábrica de medicamentos, como extensão da FURP (Fundação do Remédio Popular), para atender os municípios da região.

Além de fazer uso da tribuna, Liberato ainda protocolou ofício solicitando apoio para a sua pauta de reivindicações aos deputados estaduais Gilmar Gimenes e Orlando Bolçone, membros da Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento da ALESP, que estiveram presentes na audiência pública.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password