AMOP cobra do Governo Federal a manutenção da Ponte Rodoferroviária que liga SP a MS

Dirigentes da entidade se reuniram, em Brasília-DF, com Marcelo Barbieri, secretário nacional de Relações Institucionais da Presidência da República.

 

O presidente da AMOP (Associação dos Municípios do Oeste Paulista), Liberato Caldeira, de Valentim Gentil, participou, nesta semana, no Palácio do Planalto, em Brasília – DF, de uma audiência com Marcelo Barbieri, secretário nacional de Relações Institucionais, vinculado diretamente ao gabinete do Presidente da República, Michel Temer.

Juntamente com o presidente da AMOP, estiveram presentes no encontro os dirigentes da entidade: Macarrão, de Mira Estrela; Moacyr Marsola, de Macedônia; e Bento Luchetti, de Fernando Prestes.

Na ocasião, as lideranças da associação municipalista cobraram do Governo Federal providências urgentes quanto à manutenção completa da Ponte Rodoferroviária sobre o Rio Paraná, localizada na divisa de Rubineia (SP) e Aparecida do Taboado (MS), sendo a principal ligação entre os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul e bastante utilizada para transporte de carga, trazendo progresso e desenvolvimento para paulistas e sul-mato-grossenses.

De acordo com Liberato, a Ponte Rodoferroviária vem sofrendo um processo de deterioração estrutural ao longo de seus 3,8 km, ocasionado pela falta de manutenção. Vale lembrar que a obra completou 20 anos no último dia 29 de maio de 2018.

Liberato e os demais dirigentes da AMOP ainda protocolaram ofício solicitando providências junto ao Ministério dos Transportes e à diretoria do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

LEGENDA DA FOTO:

Moacyr Marsola, Bento Luchetti, Marcelo Barbieri, Liberato Caldeira e Macarrão–

Liberato Rocha Caldeira

Ex-prefeito de Valentim Gentil

Presidente da AMOP

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password