Alvinegra muda esquema tático contra Independente

Sem um homem de referência na frente, técnico deve optar pelo 4-4-2 com a entrada de Aílton na vaga de Anderson Cavalo, suspenso.

Após o empate sem gols do último domingo, contra o Atlético Sorocaba, o técnico Marcelo Henrique mais uma vez quebra a cabeça para escalar a Votuporanguense para a partida decisiva de amanhã, contra o Independente, às 20h, no Estádio Plínio Marin. Com desfalques importantes, e sem um centroavante de referência, o treinador muda a formação da equipe do 4-3-3 para o 4-4-2.

Desta vez, a grande baixa fica por conta do atacante Anderson Cavalo, que recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Sorocaba e está fora. Com a mesma característica do centroavante, o elenco conta apenas com Romário, que punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) segue fora até o fim da segunda fase.

Com a situação, o meia Aílton deve ganhar nova chance. “Penso em começar com Aílton no meio e liberar um pouco mais o Victor Palito para entrar na área. Na frente seguem Léo e Adílson Bahia. Sem um homem de referência como o Romário ou o Anderson Cavalo, não conseguimos manter um esquema de três atacantes”, explicou Marcelo Henrique.

O treinador alvinegro também contou que pretende explorar a velocidade de Adílson Bahia e Léo contra o Independente. Para ele, o time de Limeira, apesar de alto, tem jogadores lentos do meio para trás.

Na lateral direita, Douglas deve permanecer como titular. Apesar de contar com o retorno de Victor Hugo, o comandante disse que pretende manter o camisa 2 na equipe. “Gostei do Douglas na partida contra o Atlético Sorocaba. Ele tem características mais ofensivas do que o Victor Hugo. Como precisamos ganhar o jogo, ele segue na equipe para dar um apoio maior no ataque”, destacou.

O jogo de amanhã é decisivo para a Alvinegra. O Independente tem seis pontos, um a menos do que o CAV, e é adversário direto na briga para passar às quartas de final. Quem perder deixará de depender de si próprio para classificar na última rodada. Atlético Sorocaba e Ferroviária completam a rodada do grupo. Os dois duelam às 19h, em Sorocaba.

Pendurados

O goleiro Cairo, os volantes Jordã e Paulinho, e o meia Victor Palito jogam pendurados com dois cartões amarelos cada. Se forem punidos com cartão, contra o Independente, ficam de fora do jogo do próximo sábado, às 18h30, contra a Ferroviária, em Araraquara.

Reforço

Após cumprirem suspensão, o lateral-direita Victor Hugo e o zagueiro Paulo Henrique voltam à ficar à disposição do técnico Marcelo Henrique para o duelo no Plínio Marin.

Treino

Na manhã de ontem, apenas os jogadores não relacionados para a partida do último domingo fizeram um treino físico no Plínio Marin. O restante do grupo fez um trabalho de recuperação muscular na piscina. Todo o elenco foi dispensado para descanso no período da tarde.

Hoje o grupo treina somente no período da tarde. Já visando o confronto de amanhã, o técnico Marcelo Henrique faz um treino de posicionamento com todo o grupo a partir das 16h, no Plínio Marin.

Votuporanguense 0 x 0 Atlético Sorocaba

No primeiro tempo muita marcação e poucas finalizações. As duas equipes pouco se arriscaram. Enquanto a Votuporanguense tentava chegar com a velocidade de Léo e Adílson Bahia pelas beiradas, o Atlético Sorocaba se fechava com uma marcação organizada e precisa.

Foram apenas duas finalizações da Alvinegra. Álvaro chutou fraquinho de fora da área e Adílson Bahia escapou pela esquerda para chutar cruzado com o perigo. O goleiro Cairo não fez nenhuma defesa e apenas participou do jogo cortando bolas aéreas lançadas na área.

Na volta para a etapa final, o técnico Marcelo Henrique mudou o time. Ele tirou o camisa 10 Álvaro e colocou Victor Palito, que punido, começou no banco. A mudança surtiu efeito, e logo aos dois minutos, Léo quase marcou em um chute rasteiro no canto direito de Adinam.

A torcida ficou de pé em seguida, aos 11 minutos, quando o Victor Palito acertou uma bomba na trave em chute da entrada da área. Apesar das investidas nos primeiros minutos, o gol custava sair e a Alvinegra passou a explorar bolas aéreas.

O Atlético Sorocaba só assustou aos 28 minutos, quando Bahia cobrou falta na área e João Sales desviou de cabeça. O goleiro Cairo apenas acompanhou a bola que passou perto de seu canto direito.

No fim, João Sales, do Atlético Sorocaba, perdeu um gol incrível. Ele limpou o zagueiro na área e sozinho, cara a cara com Cairo, chutou cruzado para fora. A Alvinegra também teve sua chance. Canhoto, livre, bateu na entrada da área e Adinam conseguiu desviar de raspão por cima.

O técnico alvinegro ainda tentou algo com as entradas de Sthanner e Aílton, mas não adiantou e o placar seguiu em branco. Fábio Ferreira/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password