Alunos do Tempo Integral tem aulas de judô no contraturno

Prefeitura de Votuporanga implanta aulas da modalidade no ensino regular como forma de desenvolver disciplina e autocontrole

Duas vezes na semana os alunos da rede municipal de ensino, matriculados no tempo integral, vestem quimonos por cima dos uniformes. Tudo para participar das aulas de judô no contraturno do ensino regular. A Secretaria da Educação de Votuporanga expandiu neste ano a modalidade esportiva de cinco para as 12 escolas do Tempo Integral.

São quase 1.500 crianças que são beneficiadas com o judô. “O objetivo é desenvolver a disciplina, autocontrole, habilidades motoras, socialização, respeito mútuo, além de noções básicas de judô”, revela a secretária da Educação, Silvia Rodolfo.

O projeto começou no ano passado, com a capacitação dos professores de Educação Física. A docente Tatiane Devólio Novo, de 26 anos, participou da qualificação. O gosto pela modalidade surgiu e Tatiane se inscreveu em uma academia para praticar o esporte.

No segundo semestre, está previsto um aprofundamento com os professores que participaram da qualificação e iniciação para novatos. Nas escolas, as crianças aprendem queda e golpes. “Focamos na agilidade e no equilíbrio”, complementou.

A aluna Isabela Cipriano Ribeiro, de 10 anos, disputa a modalidade em campeonatos. Ela, que começou na escolinha do Centro Social Urbano (CSU), por meio de projeto da Prefeitura, adora as aulas de judô. “No ano passado, estive em Olímpia e conquistei o primeiro lugar. Também fui para Barretos e fiquei na terceira posição e em Fernandópolis, em segundo”, contou.

Thainara Vilalva, de 10 anos, gosta de aprender a defender e as quedas. A colega Beatriz Aparecida Nunes, de 10 anos, adora as aulas. “Eu acho muito legal o que a professora dá, é muito interessante”, disse.

As atividades agradam os meninos. “Aprender a lutar é bom, porque você pode ganhar medalhas e campeonatos”, afirmou Gustavo da Silva Godoi, de 9 anos. Gustavo Bizo Jardim, também de 9 anos, se dedica ao esporte. “Me ajuda a defender. Eu gosto porque me supero”, complementou.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password