Alunos de escolas municipais participam da Olimpíada Astropontes nesta sexta-feira

Evento acontece no pólo da UAB e CSU e contará com a presença do primeiro astronauta brasileiro, Marcos Pontes

Alunos do 1º ao 9º ano das 12 escolas da Rede Municipal de Ensino de Votuporanga participam nesta sexta-feira (24/10) da Olimpíada Astropontes realizada pela Fundação Astronauta Marcos Pontes em parceria com a Secretaria Municipal da Educação. As oficinas e competições acontecerão em dois locais, no Pólo da UAB (Universidade Aberta do Brasil) e no Ginásio Jane Maria de Lacerda Soares, o CSU, nos períodos da manhã e tarde.

A abertura do evento está marcada para 8 horas e contará com a presença do astronauta Marcos Pontes, do prefeito Junior Marão, da secretária da Educação, Silvia Rodolfo, do presidente da Câmara, Eliezer Casali, e demais vereadores, além dos próprios alunos e da Corporação Musical Zequinha de Abreu.

A secretária Silvia Rodolfo ressalta que a olimpíada “será importante para despertar o espírito científico e a curiosidade natural dos alunos, que, em alguns casos podem até desenvolver vocações profissionais futuras”.

Os alunos do 1º ao 3º ano participarão da modalidade pipas, já os de 4º e 5º ano confeccionarão foguetes de água e os de 6º ao 9º ano integrarão o campeonato de Robótica. Todos os materiais serão produzidos por meio de oficinas realizadas durante o dia e depois expostos nos locais da prova.

Pipas

As pipas são uma maneira divertida de verificar na prática alguns princípios essenciais da Física, Matemática, História, entre outras. Elas nasceram na China antiga por volta do ano 1200 a.C. e foram utilizadas como dispositivo de sinalização militar. Os movimentos e as cores das pipas eram mensagens transmitidas à distância entre destacamentos militares. O político e inventor, Benjamin Franklin, utilizou uma pipa para investigar e inventar o Pára-raios. Hoje, a pipa mantém sua popularidade entre as crianças de todas as culturas. No encontro haverá momentos expositivos e algumas dicas específicas durante a confecção.

Foguetes de água

Assim como as pipas, os foguetes também utilizam princípios essenciais da Física, Matemática, História, entre outras e são construídos de garrafa Pet equipados com nariz e aletas que, quando preenchidos parcialmente com água e pressurizados com ar, podem ser lançados de plataformas fixadas no solo e atingir vários metros de altitude de vôo. Durante as competições serão analisados alcance, altura de voo e precisão, ou seja, para vencer em alcance o foguete precisa chegar o mais longe possível da plataforma de lançamento; para ganhar em altitude, é necessário ir o mais alto; e para vencer em precisão, terá que cair o mais próximo do centro de um alvo colocado no solo, a uma certa distância da plataforma de lançamento.

Robótica

Também contida nos princípios da Física, Matemática e História, a modalidade robótica é composta pela construção de um robô móvel simples movido à luz, utilizando materiais recicláveis e componentes eletrônicos de baixo custo. Com ela é possível despertar nos jovens o interesse para a ciência e tecnologia, possibilitando desafios, aguçando a curiosidade e desenvolvendo habilidades como o trabalho em equipe, a convivência com as diferenças e situações inesperadas, buscando soluções para resolução de problemas, e ainda integração e aplicação dos conhecimentos das diversas disciplinas escolares.

Fazem parte da estrutura do robô as rodas, eixos, tipo de hélice, tamanho e forma do robô. O material é de livre escolha dos alunos, devendo ser proveniente de materiais alternativos como sucatas, reciclados ou reaproveitados, não sendo permitida a utilização de kits de robótica ou estruturas prontas. O único requisito é que o robô deverá ter um único motor de 6v a 9v.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password