Aglomeração em cachoeira mostra falha da fiscalização em Ouroeste

A falta de fiscalização por parte da Prefeitura de Ouroeste, na região de Fernandópolis, mostra a inércia da administração da prefeita Lígia Luana no combate a infecção do novo coronavírus. Com quatro mortes registradas e 295 casos confirmados, a administração permite que pessoas lotem uma das principais atrações turística do município.

A Cachoeira do Veloso foi invadida por pessoas, sem os devidos cuidados de distanciamento e higiene. Local propício para a proliferação da infecção, poderá lotar os postos de Saúde e, consequentemente, a Santa Casa de Fernandópolis, aumentando os índices de internações e até casos de mortes.

Nenhum funcionário da prefeitura ou da Vigilância Sanitária de Ouroeste esteve no local para coibir ou até mesmo orientar os banhistas.

REPORTAGEM: Região Noroeste:

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password