Agentes flagram drogas e celulares com visitantes em presídios da região

Mulher que tentava visitar o companheiro em Presidente Venceslau/SP foi surpreendida com um invólucro com 12 folhas contendo anotações diversas, aparentemente relacionadas ao crime organizado. A confissão veio após o aparelho de scanner corporal identificar o objeto inserido em sua genitália.

Nos dias 07 e 08 de Dezembro, estabelecimentos prisionais subordinados a Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste do Estado (Croeste) registraram tentativas frustradas de inserção de objetos ilícitos nos presídios e que foram barrados durante os procedimentos de revista.  

Vale lembrar que os visitantes flagrados são excluídos do rol de visitas e levados à Delegacia de Polícia Civil mais próxima, sem prejuízo de responderem na esfera criminal. Também é instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam os materiais podendo, ainda, ser instaurados Procedimentos de Apuração Preliminar para apurar supostas responsabilidades funcionais. 

SÁBADO (07) 

PENITENCIÁRIA “ASP PAULO GUIMARÃES” DE LAVÍNIA III 

Por volta das 09h30, a visitante C.M.S.F., companheira do sentenciado P.C.G., foi surpreendida tentando ingressar no ambiente carcerário com um micro aparelho de telefonia celular oculto na genitália. A apreensão ocorreu depois que a visitante passou pelo equipamento de scanner corporal, que gerou imagem suspeita. Ao ser indagada, ela confessou a posse e entregou de forma voluntária o invólucro contendo o objeto ilícito. Foram realizados os procedimentos de praxe e o sentenciado, por sua vez, foi isolado preventivamente em cela disciplinar. 

PENITENCIÁRIA “LUÍS APARECIDO FERNANDES” DE LAVÍNIA II 

Ao ser submetida a revista de imagem, através do scanner corporal, a companheira de um sentenciado foi surpreendida portando algo suspeito junto a seu corpo. Após questionada, assumiu que possuía um invólucro contendo um micro aparelho celular, retirando e entregando voluntariamente. Foi lavrado o comunicado de evento, o sentenciado isolado preventivamente e instaurado procedimento disciplinar para melhor apuração dos fatos. A visitante, juntamente com o material apreendido, foi apresentada perante a autoridade policial para as providências da Polícia Judiciária, sendo ainda confeccionado expediente de suspensão da visitante, nos termos da Resolução SAP-144/2010. 

PENITENCIÁRIA “SILVIO YOSHIHICO HINOHARA” DE PRESIDENTE BERNARDES 

No último sábado, cinco visitantes do sexo feminino foram surpreendidas tentando adentrar com ilícitos e objetos proibidos na Penitenciária “Silvio Yoshihiko Hinohara” de Presidente Bernardes. Durante procedimento de revista através de scanner corporal, as referidas visitantes foram flagradas com a posse de cinco aparelhos de telefonia celular, duas porções de erva esverdeada, supostamente “maconha” e uma porção de pó branco, supostamente “cocaína”, os quais encontravam-se escondidos nas partes íntimas (genitália e reto).  

As visitantes em questão foram conduzidas à Delegacia de Polícia local, onde foram lavrados os respectivos boletins de ocorrência, sendo ainda instaurados procedimentos disciplinares para apurar a cumplicidade dos sentenciados que receberiam os objetos ilícitos. 

PENITENCIÁRIA “TACYAN MENEZES DE LUCENA” DE MARTINÓPOLIS 

A visitante M.F.L., cadastrada no rol de visitas como irmã do sentenciado J.V.A.F.R., tentou ingressar na unidade com um invólucro introduzido na genitália, contendo em seu interior um micro aparelho de telefonia celular. A apreensão foi efetivada por intermédio da imagem do “body scanner”. A visitante e o objeto foram encaminhados à Delegacia de Polícia local, sendo ela suspensa do rol de visitas e instaurado procedimento de infração disciplinar em desfavor do referido sentenciado. 

PENITENCIÁRIA “NESTOR CANOA” DE MIRANDÓPOLIS I 

Durante procedimento de revista através do aparelho de scanner corporal, foi constatado que havia algo introduzido no corpo da companheira de um sentenciado, que, ao ser indagada, assumiu que estava portando entorpecentes, entregando um invólucro contendo substância esverdeada em seu interior, semelhante a maconha. Diante dos fatos, a visitante foi cientificada da suspensão do direito de visitação e encaminhada à Delegacia de Polícia de Mirandópolis para as providências legais. 

CENTRO DE DETENÇÃO PROVISÓRIA “ASP VALDECIR FABIANO” DE RIOLÂNDIA 

Por volta das 08h, ao submeter a visitante de um detento ao scanner corporal, uma Agente de Segurança Penitenciária observou algo diferente na imagem obtida pelo aparelho, mais precisamente na cintura da visitante. Ao verificar melhor, encontrou dois tabletes contendo uma substância esverdeada semelhante ao entorpecente “maconha” e um bilhete com informações de um suposto controle de tráfico e recrutamento de pessoas para transportar drogas. Na ocasião, a visitante e a apreensão foram encaminhadas ao Plantão Policial de Votuporanga/SP para as providências pertinentes e a mulher suspensa do rol de visitas. 

DOMINGO (08) 

PENITENCIÁRIA DE ANDRADINA 

Ao passar a visitante de um sentenciado pelo scanner corporal para fins de visitação, foi observado na imagem gerada pelo aparelho a presença de algo estranho na região da genital e na cintura da mulher. Após ser questionada, a visita começou a retirar várias calcinhas costuradas que ela vestia e confessou que nelas havia o entorpecente maconha. A Polícia militar foi acionada, sendo a visitante conduzida à delegacia de polícia para as providências cabíveis. Foi instaurado Procedimento Administrativo para apurar os fatos e a mulher suspensa do rol de visitas. 

PENITENCIÁRIA “LUÍS APARECIDO FERNANDES” DE LAVÍNIA II 

No momento em que as visitas foram passadas pelo “Scanner Corporal” foi verificado que uma delas trazia algo em seu corpo. Indagada, retirou voluntariamente e entregou um invólucro contendo um micro aparelho celular. Foram lavrados os Comunicados de Evento, os sentenciados isolados preventivamente, instaurados Procedimentos Disciplinares para melhor apuração dos fatos e as visitantes encaminhadas juntamente com os materiais apreendidos perante a Autoridade Policial para as providências da Polícia Judiciária, além de confeccionados expedientes de suspensão das visitantes, nos termos da Resolução SAP – 144/2010. 

PENITENCIÁRIA “MAURÍCIO HENRIQUE GUIMARÃES PEREIRA” DE PRESIDENTE VENCESLAU (PII) 

Uma mulher tentou adentrar à penitenciária para visitar o companheiro que cumpre pena na unidade. Ao se submeter aos procedimentos de revista, acabou confessando que trazia um invólucro com doze folhas contendo anotações diversas, aparentemente relacionadas ao crime organizado. A confissão veio após o aparelho de scanner corporal identificar o objeto inserido na genitália da mulher que, após os fatos, foi conduzida ao plantão policial para as providências cabíveis e permaneceu detida. Além disso, foi suspensa do rol de visitas da unidade prisional. 

PENITENCIÁRIA “NESTOR CANOA” DE MIRANDÓPOLIS I 

Durante a realização de procedimento de revista nos pertences de visitantes, através do aparelho de Raios X foram apreendidos 17 invólucros que continham em seus interiores substâncias esverdeadas semelhante a maconha. Os objetos estavam escondidos dentro de uma vasilha de plástico, entre os alimentos (feijoada), que pertencia à companheira de um sentenciado. Diante dos fatos, a visitante foi cientificada da suspensão do direito de visitação e encaminhada à Delegacia de Polícia de Mirandópolis para as providências legais. 

PENITENCIÁRIA “OSIAS LÚCIO DOS SANTOS” DE PACAEMBÚ 

A mãe de um sentenciado tentou levar 12 pacotes de suco Tang ao filho preso. Ocorre que dentro dos saquinhos o que havia na verdade era cocaína em pó, o que foi flagrado durante passagem dos objetos pelo aparelho de Raios-X. No mesmo dia, outra visitante, companheira de um sentenciado, também foi surpreendia com um invólucro contendo substância esbranquiçada, supostamente cocaína, introduzido na genitália.  

Nos dois casos, a Polícia Militar foi acionada e as visitantes conduzidas após o flagrante para a Delegacia de Polícia local, para as providências de praxe. Também foram instaurados Procedimentos Disciplinares a fim de apurar eventual cumplicidade por parte dos sentenciados que seriam visitados, os quais se encontram isolados preventivamente em Pavilhão Disciplinar, bem como, autuados Expedientes Avulsos visando à suspensão das visitantes em comento. 

PENITENCIÁRIA “JOÃO BATISTA DE SANTANA” DE RIOLÂNDIA 

Ao passar a companheira de um sentenciado pelo equipamento de revista, Body Scanner, agentes penitenciários visualizaram a presença de um invólucro na região do quadril da visitante, mais precisamente na genitália, a qual confessou que se tratava de uma porção de erva esverdeada, supostamente maconha, e uma porção de pó branco supostamente cocaína. A Polícia Militar foi acionada e encaminhou a mulher com os entorpecentes à Central de Flagrantes paras providências cabíveis, sendo ela suspensa do rol de visitas da penitenciária. 

PENITENCIÁRIA “ASP LINDOLFO TERÇARIOL FILHO” DE MIRANDÓPOLIS II 

Depois de passar a companheira de um sentenciado pelo escâner corporal, agentes penitenciários avistaram que ela trazia um objeto estranho no cós da calça. A mulher foi indagada e, nervosa, retirou da parte de trás do cós um papel tipo cartolina na cor laranja, com cerca de 20 cm, além de vários depósitos bancários. A princípio, a visitante alegou que o papel se tratava do entorpecente K4 mas, após reduzir a termo suas declarações, passou a alegar que desconhecia o conteúdo apreendido. Ela foi suspensa do rol de visitas para apuração dos fatos e o sentenciado responderá à Procedimento Disciplinar. As apreensões foram encaminhadas à delegacia de polícia de Mirandópolis. 

FONTE: Informações | SAP 

0 Comentários

    Deixe um Comentário

    Login

    Bem vindo! Faça login na sua conta

    Lembre de mim Perdeu sua senha?

    Lost Password