Adolescentes que mataram engenheiro têm internação decretada

Os dois adolescentes de 17 anos que mataram o engenheiro Geison Fabrício Garrieri Beato, 25, de Fernandópolis, durante assalto, em Colíder (MT) no ano passado, tiveram a internação provisória decretada para definitiva por dois anos,até uma decisão final pela Justiça. Os jovens vão cumprir a internação no Centro Socioeducativo de Cuiabá.

Os adolescentes abordaram o engenheiro que dirigia sua caminhonete. Ao reagir, a vítima foi atingida com um golpe de garrafa de vodka e os jovens o colocaram no banco de trás do veículo.

Mais uma vez, ao tentar se defender, a vítima foi atingida com um tiro por um dos adolescentes, que assumiu a autoria do crime durante depoimento na delegacia e atribuiu ao outro adolescente a co-autoria.

Na sequência dos fatos os adolescentes levaram o engenheiro para uma fazenda no município. O adolescente autor assumido disparou mais dois tiros contra a vítima, sendo um em cada olho. Depois deixaram o jovem morto no local e saíram dirigindo a camionete pelo centro da cidade como se nada tivesse ocorrido.
Por já terem cometido outros atos infracionais graves e pelo latrocínio do jovem, o Ministério Público Estadual representou contra os adolescentes e pediu a internação deles.

“Não se pode olvidar, por fim, que sobre o menor pesa imputação de crime cometido com violência, restando evidenciado que o ato criminoso fora previamente planejado pelo mesmo, que se associou a outro menor, também vezeiro na prática criminosa, sedimentando a convicção deste juízo que, se soltos, os adolescentes se colocaram em risco a coletividade, bem como ao si próprio em razão de sua própria atitude”. EthosOnline

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password