Acusado de matar garoto a socos segue em liberdade

Continua em liberdade o encarregado de produção Fabrício Avelino de Almeida, 26 anos, acusado de matar com uma sequência de socos o adolescente Renato Duarte Horácio, 15. O caso aconteceu no dia 3 de março, segunda-feira de Carnaval, em frente a base da Polícia Militar de Gastão Vidigal, região de Nhandeara.

 

Almeida chegou a ser preso em flagrante pela PM de Gastão Vidigal após a agressão, sendo levado em seguida para a cadeia de Penápolis, a cerca de 80 quilômetros de distância. Porém, na tarde do mesmo dia, ele ganhou a liberdade após decisão do juiz José Manuel Ferreira Filho, que estava de plantão no Fórum de Votuporanga, onde o caso foi levado, já que não havia nenhum juiz de plantão em Nhandeara.

 

A revolta de Almeida com o adolescente e com Márcio de Melo Horácio, 18, irmão da vítima por parte de pai, foi causada após os dois serem detidos pela PM para averiguação sobre uma denúncia de pedofilia feita por familiares de crianças que se divertiam na festa de Carnaval da praça central da cidade.

 

 

 

Influente

 

A mãe de Renato, a auxiliar de enfermagem Vanessa Duarte da Silva, moradora de Guarulhos, afirma que Almeida é uma pessoa influente, e que por isso conseguiu se livrar da cadeia até o momento. “Ele é genro da vice-prefeita e a mulher dele é assessora de imprensa da prefeitura”, conta Vanessa.

 

A mãe da vítima soube ainda por terceiros que a mulher de Almeida disse que iria processá-la por ela divulgar fotos do marido pela mídia e em seu perfil no Facebook. “Ele matou meu filho na minha frente e ainda tenho que escutar este tipo de abobrinha”, afirma.

 

Segundo Vanessa, conhecidos dela na cidade afirmam que Almeida raramente é visto pelas ruas, mas que continua trabalhando e levando uma vida aparentemente tranquila. Advogados consultados por ela explicaram que o delegado já poderia ter pedido a prisão preventiva do acusado, mas até o momento não fez. “Não entendo o motivo, é difícil saber o grau de favorecimento que ele tem por causa do parentesco”, diz Vanessa. 

André Nonato

andre.nonato@diariodaregiao.com.br

0 Comentários

    Deixe um Comentário

    Login

    Bem vindo! Faça login na sua conta

    Lembre de mim Perdeu sua senha?

    Lost Password