Acusado de matar filho está preso em Votuporanga

Está preso na Cadeia de Votuporanga o homem acusado de matar o próprio filho com três facadas na tarde de sábado, em Cardoso. José Aparecido Mendonça, de 47 anos, se desentendeu com Gemerson Gonçalves de Mendonça, 30, quando este tentou defender  mãe das agressões do pai. Gemerson não resistiu aos ferimentos e morreu pouco tempo depois na Santa Casa de Cardoso.

O crime comoveu toda a população de Cardoso, desacostumada a um crime como o deste tipo, ainda mais envolvendo membros da mesma família. “O último assassinato como este por aqui deve fazer uns cinco anos”, ressaltou um dos policiais militares que atendeu a ocorrência.

De acordo com informações da Polícia Militar de Cardoso, o casal formado por José Aparecido e a mulher de 50 anos estavam em casa na Travessa D, no CDHU Beira-Rio, quando iniciaram uma discussão. O homem então resolveu sair, e ao retornar por volta das 13h, estava alcoolizado e novamente iniciou uma discussão com a esposa.

José pegou uma faca e feriu a mulher no pescoço. Gemerson, que morava na mesma casa dos pais, intercedeu pela mãe e começou a discutir com José Aparecido, que lhe acertou três facadas pelo corpo.

Os golpes de faca atingiram o pescoço, abdômen e tórax do rapaz, encaminhado em seguida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o pronto socorro da Santa Casa de Cardoso. Com muita perde de sangue por causa dos ferimentos, Gemerson não resistiu e faleceu em seguida.

Chamados via telefone 190, os policiais militares foram até o local do crime e deram voz de prisão em flagrante a José Aparecido. Já a faca foi encontrada pelos policiais jogada na rua. Na delegacia, a voz de prisão ao acusado foi ratificada pelo delegado Rogério Montoro, com acusações de homicídio qualificado pela morte do filho e homicídio tentado, pela facada no pescoço da esposa, que também foi encaminhada para o pronto socorro, medicada e liberada em seguida.

Policiais informaram que José Aparecido conta com passagem pela polícia por lesão corporal, mas não souberam especificar qual a ocorrência e nem quando aconteceu. Já o filho também tinha ficha criminal, chegando a passar um período na cadeia.

José Aparecido foi encaminhado para a Cadeia de Votuporanga, onde está à disposição da Justiça. O corpo de Gemerson foi sepultado domingo à tarde no Cemitério Municipal de Cardoso. (André Nonato – O Jornal)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password