Acidentes matam quatro e deixam 11 feridos na região

Quatro pessoas morreram e 11 ficaram feridas vítimas de acidentes de trânsito entre a madrugada e a manhã de ontem na região. O caso mais grave ocorreu na por volta das 4h20 na avenida Philadelpho Gouvêa Netto, em Rio Preto. Um Santana com quatro pessoas bateu contra uma placa de sinalização no cruzamento com a avenida Antonio Marques dos Santos. O pedreiro Adílson Luiz da Silva, 35 anos, e Sandra Pereira da Silva morreram no local. Sandra estava no banco de trás.

Segundo a polícia, Adílson dirigia o veículo em alta velocidade pela Philadelpho sentido Centro-bairro, perdeu o controle e bateu na placa. Os ocupantes haviam saído de uma boate, e há suspeita de que o motorista estaria embriagado. Aldir Nonato Moraes e Andrea Vilhermon ficaram feridos e foram encaminhados à Santa Casa. Aldir recebeu alta, e Andrea foi transferida para o Hospital de Base.

Na rodovia Washington Luís (SP-310), em Pereira Barreto, um menino de 11 anos morreu e quatro pessoas da mesma família ficaram em estado grave. A família seguia de Birigui a Ilha Solteira, e quando cruzava a pista foi atingida por um caminhão. O pai F.F.A., 32 anos, a mãe V.B.O.A., 33, as filhas C.V.O.A., de 3, e Y.O.A., 13, e o menino G.O.A. foram encaminhados à Santa Casa da cidade, mas o garoto chegou sem vida no hospital.

Com exceção da mãe, que recebeu alta, as demais vítimas da família foram transferidas para Araçatuba. O motorista do caminhão, F.O.B., e seu passageiro A.C.B. foram medicados e liberados. Já C.R.T., que estava na caminhonete, continua internado na Santa Casa. Em Cosmorama, a aposentada Florinda Henrique da Silva, 62 anos, morreu vítima de uma colisão entre o Voyage que ocupava e um caminhão que trabalha na obra de duplicação da rodovia Euclides da Cunha, às 7h30.

Segundo a Polícia Rodoviária, o caminhão cruzou a rodovia e colidiu na lateral do carro. A aposentada chegou a ser socorrida com vida e foi encaminhada à Santa Casa de Tanabi, onde morreu. A motorista do Voyage, Rosiane Aparecida Martins Silva, e sua mãe, Idê Martins Vitória Silva, ambas enfermeiras, foram levadas para a Santa Casa de Votuporanga com ferimentos leves. Outro acidente, entre uma carreta carregada com soja e e um caminhão com tubos de concreto, em Votuporanga, deixou a Euclides parcialmente interditada das 3h45 às 8h30. Ninguém se feriu gravemente. (região noroeste e diarioweb.)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password