“A lei existe, mas não há fiscalização”, diz vereador Chandelly

Defensor da causa animal pede para que o Poder Executivo coloque em prática o que já foi votado na Câmara Municipal de Votuporanga.

O vereador Leonardo Brigagão – o Chandelly Protetor mostrou fotos de cavalos explorados no município, durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Votuporanga, na última segunda-feira (5). Desnutridos, Chandelly disse que a maioria é usada para transportar carroças.

O vereador esclareceu que a multa para quem maltrata os animais varia de R$ 2 a 3 mil, e que muitas famílias não têm condições de pagar. Contra a proibição de carroças e contra o limite de peso da carroça, ele sugere alguma forma de oferecer renda para a família, sem a utilização deste tipo de transporte. “Defendo o fim da exploração animal, para que sejam oferecidas alternativas de renda às famílias que dependem das carroças”, ressaltou.

O vereador Rodrigo Beleza sugeriu o emplacamento das carroças, como forma de ajudar na fiscalização de quem maltrata os animais. Mas para Chandelly, o ideal seria o projeto “Cavalo de Lata”, que é a substituição de cavalos de verdade por veículos sustentáveis.

Projeto Cavalo de Lata

O projeto não pretende colocar em causa o trabalho dos catadores, mas oferecer maior segurança a todos: carroceiros, motoristas e pedestres, além dos cavalos. A ideia é substituir as carroças movidas a tração animal por uma estrutura metálica com carroceria, uma espécie de bicicleta totalmente elétrica, preparada para suportar grandes cargas.

“A lei existe, mas não há fiscalização. Que o Poder Público ofereça alternativas para os carroceiros trabalharem sem perder a renda”, falou.

Abandono de animais

De acordo com o vereador, Votuporanga é destaque no Estado de São Paulo por abandono de animais. Ele disse que recebe de 20 a 30 solicitações por dia de animais atropelados, de animais doentes na rua e de animais que foram abandonados. “Junto com o vereador Dr. Hery Kattwinkel, conseguimos para a causa animal de Votuporanga o valor de R$ 220 mil, através do Deputado Federal Ricardo Izar. O Deputado também está destinando mais R$ 130 mil para o castramóvel”, afirmou.

Para Chandelly, os abandonos só serão solucionados com a castração em massa. “Castração é a solução”, concluiu.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password