A JMJ Rio 2013 foi a segunda Jornada Mundial da Juventude realizada na América Latina, a primeira foi em 1987

Cerca de 3,5 milhões de jovens participaram da XXVIII Jornada Mundial da Juventude, de 22 a 28 de julho, na cidade do Rio de Janeiro. Nem mesmo a forte chuva e as baixas temperaturas esfriaram a fé e a alegria dos jovens que se dirigiram à capital carioca para este encontro com o papa Francisco. De Votuporanga, 150 jovens participaram deste grandioso evento.  Os jovens da cidade ficaram alojados em colégios, igrejas e casa de fiéis.
A Jornada Mundial da Juventude foi criada em 1985, pelo papa João Paulo II, tendo sua primeira edição realizada em Roma. Ela tem como objetivo promover a unidade e a comunhão entre os jovens católicos de todo o mundo, através do contato com os diferentes carismas e diversidades culturais sociais e econômicas.
A JMJ Rio 2013 foi a segunda Jornada Mundial da Juventude realizada na América Latina, a primeira foi em 1987 na Argentina e foi a segunda maior em número de participantes, perdendo apenas para a Jornada das Filipinas realizada em 1995. O tema desta edição foi “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt 28, 19), no qual o papa Francisco convidou os jovens a não serem apenas católicos de fachada, mas levarem o amor de Jesus a todos. Pediu que não tenham medo, pois Deus, a Igreja e o papa estão com eles. 
Segundo Vitor Bisuti, “valeu a pena ter viajado ao Rio de Janeiro, enfrentado a chuva, frio, horas nos meios de transporte e dormido na avenida Atlântica, em plena praia de Copacabana. Foi emocionante estar ao lado de jovens do mundo inteiro, conhecendo culturas e maneiras diferentes de professar a mesma fé e estar próximo do papa”. Os jovens de Votuporanga se mostraram muito animados e emocionados pela participação na JMJ Rio 2013 e começam agora a grande missão de evangelização. “Agora é hora da missão, levar o amor de Jesus aos demais. Para isso devemos seguir as palavras do Papa Francisco: Jovens não tenham medo!”, concluiu Vitor Bisuti.


Programação
O primeiro grande evento no qual os jovens participaram foi a Missa de Abertura, realizada no dia 23, na Praia de Copacabana, presidida pelo arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta. Nesta Missa, os jovens votuporanguenses puderam ter seu primeiro contato com os jovens de todo o mundo e perceberem a grandiosidade do evento. Durante as manhãs dos dias 24, 25 e 26, os jovens participaram de Catequeses com bispos de todo o mundo, seguida da Santa Missa. Os mais 300 locais de catequese foram divididos por idioma.  
Na quinta-feira, 25, os jovens participaram da Acolhida ao papa Francisco, na qual puderam vê-lo passar a menos de dois metros de distância. “Mesmo nos poucos segundos que o vimos de perto, pudemos sentir seu olhar simples e direto. Parecia que olhava para cada um de nós individualmente. Isso nos fez sentir amados”, afirmou Vitor Bisuti sobre a emoção de ver o papa Francisco.  
Durante as viagens entre o alojamento e o local dos eventos, os jovens faziam uma enorme festa pelas ruas ou dentro dos meios de transporte. Cantando, rezando e conversando com outros peregrinos, os jovens passavam sua alegria e sua fé aos demais jovens e aos moradores da cidade maravilhosa, superando o cansaço e as longas distâncias. 
Na sexta-feira, 26, os jovens assistiram à Via Sacra na praia de Copacabana. A cada estação, os presentes se emocionaram ao verem as cenas da Paixão de Cristo. No sábado de manhã, 27, o papa Francisco presidiu a Missa na Catedral de São Sebastião apenas para bispos, padres, diáconos e religiosos. Entre os cinco mil clérigos presentes, estava o diácono votuporanguense, Lécio de Almeida Alves, que ficou muito emocionado por poder celebrar junto com o papa.  
Os pontos altos da Jornada Mundial da Juventude foram a Vigília Eucarística e a Missa de Envio e Encerramento da JMJ. Marcados anteriormente para Guaratiba, no Campus Fidei, eles foram transferidos para Copacabana devido aos estragos que a chuva fez no terreno. Desde as primeiras horas da manhã de sábado, 27, os peregrinos de toda a parte do mundo chegavam a Copacabana e ajeitavam suas mochilas e sacos de dormir. Durante todo o dia, foram realizados shows com cantores católicos para animarem os jovens. Entre os votuporanguenses, alguns preferiram ajeitar seus pertences na areia da praia, enquanto outros permaneceram próximos ao corredor por onde o papa passaria.  Após a Vigília que contou com depoimentos de jovens e da Adoração Eucarística, os jovens permaneceram em Copacabana, cantando, rezando, se confessando e dormiram ali mesmo. No domingo, mais de 3,5 milhões de pessoas participaram da Missa de Envio dos Jovens e Encerramento da JMJ. Nesta Missa, o Papa reforçou o convite aos jovens para serem missionários e anunciou que a próxima Jornada Mundial da Juventude será realizada em Cracóvia, na Polônia, terra do Beato Papa João Paulo II, criador da JMJ. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password