´Faltou vibração’, diz Cairo sobre final em Taubaté

Goleiro da Votuporanguense vai passar por cirurgia e deve ficar cinco meses em recuperação; atleta lamentou perda do título

Lesionado desde o dia 28 de fevereiro, em lance crucial para o acesso da Votuporguense, quando salvou um gol do Primavera e garantiu o empate fora de casa, o goleiro Cairo ainda luta para recuperar seu braço direito. O jogador vai passar por cirurgia. Ontem, ele comentou a campanha da Alvinegra, ascendente à Série A2, mas que ficou devendo na partida decisiva para conquista do título, contra o Taubaté.

O atleta, com cerca de 90 jogos com a camisa do CAV, e que viveu em 2015 a sua quinta temporada no clube, esteve ontem pela manhã no programa “Bola em Jogo” da Rádio Cidade 1190. Questionado pelos cronistas esportivos da emissora, o goleiro afirmou como foi ver, do banco de reservas do Estádio Joaquinzão, a Alvinegra sofrer tantos gols (quatro) e perder a taça. “Foi difícil. Depois do primeiro jogo da final em casa, jogando bem, fomos para Taubaté com pensamento positivo”, disse.

Segundo Cairo, o mal foi tomar os dois gols em 15 minutos de bola rolando, no primeiro tempo. “Faltou vibração ao nosso time. Se eles (o Taubaté) não fazem os dois gols, a torcida do estádio seria contra. Foi uma infelicidade do nosso elenco levar os quatro gols”.

Sobre uma eventual permanência na Votuporanguense da Série A2, o jogador teceu vários elogios ao time e à cidade, mas disse que a prioridade agora é recuperar sua lesão. “Eu tenho interesse de ficar, quero continuar. Mas o que eu desejo primeiro é me recuperar, ter meu braço 100%. Se depender da minha vontade, pretendo me aposentar no CAV e ajudar a levar o time a divisões melhores”.

Cairo também lembrou o lance que lesionou seu braço, na partida em Indaiatuba contra o Primavera. A bola foi cruzada na cabeça do atacante e o goleiro dividiu no ar, tendo o braço atingido pelo corpo do jogador adversário, após tirar a bola. E o goleiro da Alvinegra voltou a dizer o que comentou na época da lesão. “Se fosse para salvar o time, faria de novo”. Jociano Garofolo/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password