Publicado: ter, jul 1st, 2014

Em jogo de final dramático, Argentina bate Suíça e avança na Copa

Di María marcou aos 12 do segundo tempo da prorrogação e garantiu a classificação

Di María salvou a Argentina aos 13 minutos da prorrogação ante a Suíça | Crédito: Ivan Alvarado/Reuters

Favorita e com 100% de aproveitamento na primeira fase, a Argentina garantiu sua classificação para as quartas de final após bater a retrancada Suíça, na Arena Corinthians, por 1 x 0, na prorrogação. Depois de pressionar durante o jogo todo, os argentinos, sem muita inspiração nas conclusões das jogadas, só chegaram ao gol da vitória aos 13 minutos do segundo tempo da prorrogação, com Dí Maria após brilhante arrancada e assistência de Messi.

Durante os 90 minutos, o time de Alejandro Sabella foi muito superior e buscou o gol do início ao fim da partida. Com 63% de posse de bola e 20 chutes a gol, a Argentina teve mais uma vez o camisa 10 Messi, que armou as principais jogadas e também o que mais finalizou. A Suíça, que contou com as arrancadas de Shaqiri, limitou-se a se defender e chegou raramente ao ataque. No primeiro tempo, em uma das raras oportunidades, Drmic perdeu um lance cara a cara com Romero.

Na prorrogação, a dinâmica da partida foi a mesma. A Argentina, mais cansada, buscou mais o gol. No início do segundo tempo, Di María arriscou de fora da área e Benaglio, o melhor suíço em campo salvou. No final do segundo tempo da prorrogação, quando o jogo já parecia definido para a disputa por pênaltis, Messi, sempre ele, deu uma arrancada fenomenal, abriu a bola na direita para Di María que bateu rasteiro, certeiro para marcar o gol da vitória e da classificação. Aos 15 do segundo tempo da prorrogação, a vitória argentina ganhou um tom dramático com uma bola na trave após cobrança de escanteio da Shaqiri. Di Maria, nos acréscimos, ainda quase fez do meio de campo, quando a Suíça estava sem goleiro.

 

1/7 – ARENA CORINTHIANS (SÃO PAULO-SP)

ARGENTINA 1 x 0 SUÍÇA

J: Jonas Eriksson (Suécia); P: 63.255; G: Di María 13 do 2º da prorrogação; CA: Rojo, Xhaka e Gelson Fernandes

ARGENTINA: Romero (6), Zabaleta (6), Federico Fernández (6), Garay (6) e Rojo (5,5) (Basanta 14 do 1º da prorrogação (5)); Mascherano (6,5), Gago (5,5) (Biglia, intervalo da prorrogação (5,5)) e Dí Maria (7,5); Lavezzi (5,5) (Rodrigo Palacio 28 do 2º (6)), Messi (7,5) e Higuaín (6). T: Alejandro Sabella

SUÍÇA: Benaglio (7), Lichtsteiner (6), Djourou (6,5), Schaer (6,5) e Rodríguez (6); Behrami (6,5), Inler (6,5), Shaqiri (6,5), Xhaka (5,5) (Gelson Fernandes 20 do 2º (5)) e Mehmedi (6,5) (Dzemaili 7 do 2º da prorrogação (5)); Drmic (5) (Seferovic 37 do 2º (5)). T: Ottmar Hitzfeld

 

 

 

 

 

Fonte: PLACAR